Sexta-Feira, 22 de Fevereiro de 2019

Augusto Branco

BRASILEIROS REVOLUCIONAM CIÊNCIA E PREVÊEM TERREMOTOS



 

O Quake Red Alert (Alerta Vermelho para Terremotos) é um grupo de pesquisadores brasileiros que desenvolveu o método para previsão de terremotos mais eficiente da atualidade, capaz de indicar a ocorrência de um abalo sísmico com até 07 dias de antecedência, enquanto que os métodos convencionais só conseguem alertar a população com, no máximo, 10 segundos de antecedência.

O feito, que é digno de um Prêmio Nobel devido à revolução que traz às teorias científicas no campo da sismologia e, principalmente, devido ao grande benefício que proporciona à sociedade (que pode evacuar áreas de risco ao saberem da possibilidade do terremoto), é mérito de Aroldo Maciel Máximo, um cuiabano que exerce a função de técnico de áudio da Universidade de Cuiabá, que por ser um grande observador do mundo e dos seus acontecimentos, sempre teve facilidade de enxergar padrões nos fatos e de fazer experiências em todo tipo de campo da ciência.

Durante mais de um ano, Aroldo acompanhou a atividade sismológica no planeta, lendo livros, matérias e artigos, até que percebeu um padrão. Na semana que aconteceu o terremoto no Japão, uma das maiores tragédias do ano de 2011, ele já tinha percebido que iria acontecer, e após testar e comprovar sua teoria, resolveu convidar seus amigos Igor Machado, André Galvan, e Gregório Frigeri para formar o grupo que tem ganhado respeito internacional, salvado vidas e revolucionado a ciência. Leia a seguir a entrevista gentilmente concedida pelo pesquisador Aroldo Maciel Máximo.


Em que consiste o método que vocês utilizam para fazer as previsões dos terremotos?A fórmula matemática consiste num algoritmo de triangulação de dados que prevê em até sete dias um sismo que está a caminho. Assim como as correntes marítimas, os terremotos possuem rotas, direções e força. Desse modo, eles possuem uma propriedade na qual é possível calcular magnitude, velocidade e localização com grande precisão, apesar de nosso material de trabalho serem apenas mapas e papéis com cálculos. Não usamos nada sofisticado ou tecnologia de ponta.

Qual a média de acertos das previsões que o Quake Red Alert tem feito? Nós temos uma média de acertos de 90% , e é bom deixar claro que o que fazemos não é estatística. Se fosse estatística, acertaríamos muito menos - seria muito mais possibilidade do que certeza.

A média de acertos de vocês é extremamente alta se comparada com o sistema de previsão metereológica, por exemplo, cujo acerto tem média de 70%. De fato, temos uma média muito alta de acerto, o que é muito bom, pois dá tempo suficiente para que pessoas tomem medidas preventivas, como evacuação de zonas perigosas, por exemplo. E mesmo os nossos erros são positivos, porque quando nossas previsões não se confirmam, geralmente erramos apenas o local atingido em alguns quilômetros.

Você pode citar alguns terremotos importantes que vocês conseguiram prever? Além dos terremotos do Japão e da Espanha (11/03), acertamos os terremotos da Costa Rica (13/03), do Chile (02/04), e da Turquia (23/10), que foram os mais devastadores de 2011.

No mundo da internet, tudo pode ser fraudado facilmente. Como vocês fazem para comprovar as suas previsões? Nossa equipe coloca no Twitter a chegada de um sismo com antecedência para que todos os seus seguidores e outras pessoas possam ver e, assim que ele ocorrer, comprovar a sua credibilidade. Há quase um ano no ar, desde abril de 2011, nós temos mais de 190 mil seguidores e escrevemos em inglês, português e espanhol.Inicialmente, postávamos a previsão do terremoto e, depois que ele acontecia, colocávamos um link com sites de sismos oficiais e matérias relatando sobre o ocorrido para provar a veracidade das nossas informações. Mas hoje isso não é mais preciso, já que os próprios internautas dos lugares atingidos twittam avisando que a previsão estava correta. É muito comum ver tweets de seguidores agradecendo o aviso do terremoto que vinha, pois foram salvos por causa disso.

Divulgar a previsão de terremotos não pode contribuir para gerar pânico na população? Nós, do Quake Red Alert, temos este cuidado em procurar não causar o caos e o pânico, por isso não disponibilizamos a magnitude do terremoto, apenas a sua localização. Quando eles são considerados pequenos e sem risco de danos, nem divulgamos. Então, se ele está no site e no Twitter é porque é um dos perigosos.

Eu soube que a eficácia do método de vocês tem sido reconhecida especialmente em países que sofrem com a ocorrência frequente de terremotos, como o Chile e a Turquia. Realmente, as redes de televisão do Chile apresentam nossos dados sobre previsões de terremotos juntamente com a previsão do tempo, pois as duas previsões são consideradas como utilidade pública. Também no Chile, o presidente da equipe de resgates ITF-CHILE, e Andrea Ojeda Miranda, assessora da Presidência da República do Chile, já mandaram cartas de agradecimento ao Quake Red Alert pelas previsões.

Vocês tem recebido apoio de governos ou de institutos de pesquisa para o trabalho que vocês estão realizando? Ainda não temos o apoio de governos nem de Institutos de Pesquisa para nosso trabalho, o que lamentamos, pois nossa equipe é pequena e este é um trabalho que fazemos apenas em nossas horas vagas. Desse modo, não há como fazer previsões para o mundo todo, por isso acabamos escolhendo apenas as áreas comumente mais afetadas por terremotos.

O método de previsão de terremotos mais eficiente depois do que foi desenvolvido por vocês é o do Japão, que consegue alertar a população sobre a ocorrência de um terremoto com apenas 10 segundos de antecedência. Conseguir alertar a população com antecedência de 07 dias é um feito digno de um Prêmio Nobel. Vocês já apresentaram artigo científico sobre este trabalho? Hoje contamos com o apoio de George Sand França, doutor em Geofísica pela Universidade de São Paulo (USP) e professor do departamento de sismos da Universidade de Brasília (UnB), que é um dos geólogos mais conceituados do país, e está empenhado em elaborar o artigo científico que atestará a eficácia do método que nós desenvolvemos, mas o mais importante é saber que nosso trabalho tem ajudado a salvar vidas - isto é o que eu acho realmente fantástico e muito gratificante.

Site oficial do Quake Red Alert

Twitter do Quake Red Alert













Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.