Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019

Vinícius Sgarbi

Vinícius Sgarbi é Designer Gráfico, Fotógrafo,amante de séries e livros e também de História.

Ver todas as colunas

Crítica do filme 'Aquaman'



 Aquaman crítica Vinícius Sgarbi
 
 
Com uma trama original muito bem roteirizada e dirigida, James Wan prova que não só consegue fazer filme de super herói, como também consegue criar um estilo inédito de qualidade na DC

 




Nesta nova produção dos estúdios da DC, o ator americano Jason Momoa literalmente incorpora o personagem subaquático, já que este novo herói foi completamente adaptado ao estilo de vida do ator, como roupas, expressões, jeito de se vestir, modo de falar... Então é praticamente certo dizer que "Aquaman está incrível como Jason Mamoa nesse filme!!!". Foi uma bela ideia essa personificação de duas personalidades, uma do mundo real, e outro do mundo ficcional.

Seguindo uma característica super cômica, o filme é bem humorado e descontraído na medida certa. - não são piadas forçadas e genéricas como em Esquadrão Suicida.


O roteiro de Will Beal e David Leslie Johnson é ótimo. Conseguem desenvolver sentimentos complexos, como o amor e o arrependimento em um curto espaço de tempo, sem que pareça forçado.


James Wan, o diretor do longa, ousa e abusa de câmeras lentas e com movimentos giratórios muito bem compassados com a música, oque torna qualquer experiência de batalha e de luta em algo épico. -Câmeras diferentonas são a especialidade de Wan!. As olhadas ameaçadoras que Momoa dá para a câmera  nestes momentos é como se desafiasse o próprio público a vir lutar com ele! Sensacional!


Crítica Aquaman Vinícius Sgarbi


Um grande desafio em Aquaman é sem dúvidas as cenas que "se passam no fundo do mar". Porém nesse aspecto a produção da Warner tirou de letra. Atlântida e seus moradores são super bem ambientados, com luzes e movimentos meticulosamente estudados, justamente para levar ao espectador a sensação genuína de submersão à água.

A fotografia na maioria das vezes opta por um céu com tom dourado, contrastando muito bem com o azul da água do mar e suas cores exóticas e brilhantes que são encontradas nas profundezas do Reino Perdido.


E por falar no reino, a história adaptada de como Atlântida desapareceu no mar e começou a dar vida a seres fantásticos, como o próprio Arthur Curry convence bastante.


Um dos pontos altos da trama é com certeza o embate entre os dois meio-irmãos: Aquaman e Orm. Algo instigante, por serem partes da mesma família, e lutarem, ao mesmo tempo com rivalidade exorbitante entre si.



Crítica Aquaman Vinícius Sgarbi

 

O Arraia Negra não pode ser considerado, nem de longe, o vilão desse filme. Tanto por não ter motivos suficientes para obter tal posto, quanto pela falta de poder para combater o herói de igual para igual.
Em contra partida, o príncipe Orm é o antagonista perfeito para o Homem Peixe. Influente e malicioso, Patrick Wilson (O Ed Warren da série de filmes Invocação do Mal) desenvolve essa personalidade de carrasco e influenciador bem até demais! ~Você vai ficar com um pouco de ódio dele! Mas isso é apenas um sinal de que Patrick fez um bom trabalho!

 


A interação de Arthur com a princesa Mera incrementa ainda mais na narrativa audiovisual do longa, transportando o público para diferentes cenários e muitas aventuras, onde Arthur Curry nos mostrará, entre ótimas transições, alternado o presente com o passado, como se tornou o Aquaman. 




Nota do filme ( 5 estrelas )

 



Fale com o crítico! ☒

Twitter: @vinicius_sgarbi

E-mail para Contato Profissional: viniciusszabo.sgarbi@gmail.com












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.