Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018

Vander Christian

Vander Christian é apaixonado pelo mundo da leitura e escrita. Autor dos romances KARINA, PASSADO E PRESENTE e DUAS VEZES PAMELA MONTEIRO.

Redes Sociais:





Últimos artigos

Ver todas as colunas

Desafio



Sempre que estamos indo de volta para casa, depois de um dia difícil de trabalho, sentimos aquela fome que domina todo o nosso corpo fazendo os olhos girar de um lado para o outro, na busca por qualquer coisa para forrar o estômago. E quando encontramos algo que vai saciar a fome, nos deparamos com um DESAFIO, talvez o maior de todos: como começar a comer longe do conforto de nosso lar, ou do refeitório da empresa? Parece besteira, mas todos nós passamos por isso, e quem não passou, ainda vai ter o privilégio de se sentir desafiado a abrir um pacote de amendoim na rua. Outro dia, por exemplo, estava voltando para casa e fui desafiado a abrir um simples pacote de amendoim japonês, comprado nas mãos de um camelô mesmo. Fiz uma força tremenda, olhei aonde estava dizendo que era para rasgar, forcei a embalagem e nada. Tentei mais uma vez e não consegui, olhei em volta para ver se ninguém estava vendo eu apanhar do pacote, fiquei feliz ao notar que ninguém estava de olho. Fui para o embate mais uma vez; fazendo uma careta e usando boa parte das minhas forças, consegui abrir o pacote, no entanto, a embalagem rasgou pela metade e dos doze amendoins que tinham dentro, restaram apenas sete! Um absurdo!!!

O chão ficou cheio de amendoim, imediatamente os pombos se juntaram para apreciar o banquete grátis daquela noite. Uma senhora olhou torto para mim, com certeza me repreendendo por ter oferecido o jantar para os pombos ali mesmo na calçada. Completamente derrotado, segui para casa jogando os sete amendoins de uma só vez na boca e a fome permaneceu ainda mais presente.

Para não dizer que é só as embalagens de amendoins que são complicadas para abrir, as de bolachas também já me fizeram perder o controle, pois além da informação que dizia para puxar a fitinha vermelha ser falsa, ainda perdi duas bolachas que viraram farelo de tanta força que eu fiz para abrir o pacote. Tudo isso por causa da fome que vem com toda força no fim da tarde enquanto esperamos a lentidão dos nossos transportes públicos! 

Um recado para quem embala esses alimentos: facilite nossas vidas. O que vocês vão ganhar com esses desafios? Poupe-nos da vergonha de perdermos para um simples pacote, afinal só queremos algo para forrar o estômago antes da sagrada janta em nossos lares.     

     

  












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.