Sábado, 17 de Agosto de 2019

PELAG - Observação de aves mostra as belezas do Parque e registra 87 espécies no Norte Fluminense



O passarinhar 2017, que aconteceu no PELAG - Parque Estadual da Lagoa do Açu, na praia do Farol de São Thomé, Município de Campos dos Goytacazes, RJ, revelou 87 espécies de aves, além das belezas naturais do local. 

Passarinheiros do Estado do Rio de Janeiro vindos de Cabo Frio, Porciúncula, Niterói, Rio de Janeiro, Valença, São Francisco e Campos, realizaram vários flagrantes que puderam ser registrados em belíssimas fotos no Parque.

Entre as espécies registradas estavam: o tricolino, bate-bico, socoí amarelo, canário do campo, anu coroca, biguá, colhereiros, entre outros que promoveram um verdadeiro espetáculo na natureza.

Ao todo, 25 observadores, entre eles um dos responsáveis do Wikiaves, Guilherme serpa, que identifica várias espécies de aves no site, além da equipe do Parque, Heron Zanellato, Samir Mansur e Pedro Caetano, participaram da programação organizada pelo Pelag, no mês de julho. 

"O nosso objetivo maior é conhecer nossa biodiversidade, apoiar nossas UCs estaduais através da preservação de nossa fauna e despertar o sentimento de pertencimento das áreas protegidas através do uso público" - disse Heron Zanellato.

O "Vem passarinhar" acontece todos os anos nos Parques Estaduais do Brasil, sendo o calendário divulgado no início do ano.

Pelag

O Parque Estadual da Lagoa do Açu, que completou 5 anos no dia 20 de março de 2017, possui uma área total aproximada de 8.251,45 hectares, indo do Farol de São Thomé até a Barra do Açu, mais do que o dobro do Parque Nacional da Tijuca, no Rio. 

Localizado nos municípios de Campos dos Goytacazes e São João da Barra o Parque Estadual da Lagoa do Açu abriga um enorme banhado, o Banhado da Boa Vista, e uma lagoa, importantes áreas de restinga e uma extensa faixa de praia, local de desova de tartarugas marinhas. 

A região ainda é local de pouso e nidificação de aves migratórias e abriga uma grande variedade de espécies ameaçadas de extinção. Além do Ouriço-cacheiro e do Tamanduá-mirim, o parque abriga também o Cachorro-do-mato, entre outros mamíferos, além de mais de 150 espécies de aves já registradas e fotografadas pelos guardas do parque.

A pesca dentro dos limites do Parque Estadual da Lagoa do Açu, só é permitido mediante apresentação da carteirinha de pesca emitida pelo PELAG, que tem sua sede situada na orla da praia do Farol de São Thomé, litoral Norte Fluminense.

Eco Turismo

Em fevereiro, os pescadores da localidade de Quixaba, Município de São João da Barra, RJ, receberam um presente do Parque. Os chamados amigos do Pelag participaram de uma iniciativa e pintaram as canoas dos pescadores, para que os mesmos pudessem promover passeios ecológicos pelo Parque, e com isso, trazer uma renda extra, principalmente na época do defeso.

Esse projeto foi elaborado para incentivar o eco turismo e fez sucesso no Passarinhar desse ano.

A observação de aves e o eco turismo são abertos e incentivados em todos os parques do Estado, inclusive no Parque Estadual da Lagoa do Açu em qualquer dia do ano. 

De acordo com Leonardo Mader Pellegrino, coordenador do Pelag, a observação pode ser feita em qualquer dia e horário. "A unidade é aberta ao público, não sendo necessário pedir autorização para fins de observação. Porém, seria legal apenas informar aos guarda-parques sobre a ida a determinada área da Unidade, para podermos dar qualquer tipo de apoio caso aconteça algo" - disse o coordenador.

Para atividades relacionadas ao eco turismo, os amantes da natureza podem entrar em contato pelo telefone (22) 2747-5316 ou pelo e-mail pelag.inea@gmail.com, para maiores informações.

Fotos: Samir Mansur / Elindomar Almeida / Felipe Queiroz / Caio Caetano / Thiago Lyra










Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.