Quarta-Feira, 21 de Agosto de 2019

Vander Christian

Vander Christian é apaixonado pelo mundo da leitura e escrita. Autor dos romances KARINA, PASSADO E PRESENTE e DUAS VEZES PAMELA MONTEIRO.

Redes Sociais:





Últimos artigos

Ver todas as colunas

Porta-cartas



Elas estão lá, no lugar de sempre. De certa forma, contribuem para deixar as grades dos portões mais bonitas. Mas será que ainda servem para alguma coisa?

É cada vez mais comum ver as caixas de correios vazias nos portões. Algumas até estão desgastadas pelo tempo; o ferrugem tomou conta e, certamente, a hora de ser descartada se aproxima.

Cartas não chegam mais. Ainda assim, a palavra que vem gravada é: cartas.

Ainda lembro de quando a minha família não tinha condições de comprar um portão bacana, e uma simples cerca, feita de arame farpado, servia para demarcar o limite do nosso quintal com o do vizinho. As correspondências, quando chegavam, eram espetadas no arame, quando chovia, significava que dificilmente conseguiríamos ler alguma palavra das cartas, enviadas por familiares distantes. Um dia, meu pai conseguiu comprar um belo portão. Minha mãe fez questão de comprar um porta-cartas no mesmo dia. Ansiosamente, esperamos chegar a primeira carta, enviada por uma tia, lá do interior. Como de costume, a carta chegou no fim do mês.

Com tempo, as cartas diminuíram. O mundo eletrônico foi dominando tudo. Uma simples mensagem no celular poupa tempo, poupa papel e acaba sendo mais barato. O ferrugem também tomou conta do porta-cartas.

— Precisamos de uma nova caixinha — disse mamãe outro dia.

Mas a expectativa de antes, não existe mais. O porta-cartas, agora virou porta-contas. Porta-faturas e, até mesmo, porta-cobranças.

Não vai demorar muito para alguém gravar nas caixinhas a palavra: porta-contas.

Dia desses, logo de manhã, resolvi abrir a minha caixinha só para ver se tinha algo lá dentro. Encontrei dois imãs de geladeira com a propaganda de um depósito de gás. Havia também três panfletos sobre uma igreja evangélica. E por último, um papel com todos os sabores de uma nova pizzaria do bairro.

Com tantas mudanças, até um antigo porta-cartas, está sendo utilizado para outra coisa. Talvez seja a maneira encontrada por todos, para evitar o seu fim.

 

 

 

Obrigado pela visita!

 

COMECE A LER MEUS LIVROS GRATUITAMENTE:

 

Duas Vezes Pamela Monteiro 
http://amz.onl/6kNQLOT

 

Passado & Presente 
http://amz.onl/bSJOgdX

 

Karina 
http://amz.onl/2zZb89q

 

Até breve,

 

  










Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.