Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019

Dani Seffair

Danielle Seffair Salles (daniseffair) Graduada em Normal Superior pela Universidade Estadual do Amazonas, Pós graduada em Gestão e Mídia e Educação, Cursado Letras e Pós graduação em Desigualdade social e Alfabetização e Letramento, atualmente trabalhando como Assessora de Gestão. Escreve sobre experiências em relacionamentos, psicologia da resiliência humana, motivação e ideias plurais. Compreende que cada ser é único e especial e que devemos experiênciar o mundo ao nosso redor.

Redes Sociais:





Últimos artigos

Ver todas as colunas

Relacionamentos



Talvez eu só precise de uns episódios de sex in the city, meu notebook na cama, alguns minutos de digitação e um banho de chuveiro ...

Como em muitas outras noites analiso o relacionamento, escrevo pra me distrair e conversar com o editor de texto pois sei que as respostas que busco estão todas dentro de mim, me sinto muito feliz em voltar a estudar e utilizar as madrugadas de insônia ao som de Shakira (rádio anos 2000) para despertar minhas ideias criativas.

O que para ele pode parecer uma madrugada improdutiva de uma mente inquieta tem significado místico e retomada de ações importantes ... definitivamente voltei a escrever sobre relacionamentos.

Lembro do último texto escrito e sentido, o momento da separação e a ruptura de ideias, durante muitos anos ele ainda seguiu minhas postagens mas anos depois vi no seu facebook que estava em um relacionamento sério (casado) e percebi que a minha timeline não registrava mais seu acesso (sim ele era a única pessoa que lia meu blog e certamente lia o texto onde meu coração se rompia com nossa separação).

Bem escrevo porque me machuquei (lógico, sempre me sinto inspirada a escrever nessas ocasiões), uma excelente oportunidade de transformar algo trágico em algo produtivo, aliás ontem perdi minha carteira com cartões e carteira de motorista antes de ele chegar para o nosso encontro e lógico que ele já havia me sinalizado sobre a minha falta de organização e das possibilidades de isso acontecer. Pessoas perfeitas sabem bem disso, como eu não sabia?

Sou grata ao universo pelas minhas imperfeições, gosto de cada uma delas e aprecio aqueles que riem comigo por eu ser assim. Se viver é aprender posso não ser a melhor aluna da classe mas sempre estou bem curiosa pra tirar uma pequena lição daquela fábula.

Tentativas e erros, chances de mudanças, novos paradigmas e a noção bem clara do que quero e do que é possível, possibilidades a dois não são fáceis e não acontecem diariamente, impossibilidades e incompatibilidade são muito mais corriqueiras.

Espero alguém que enxergue minhas possibilidades e me fale, porque afinal não preciso omitir para guardar seu grande segredo, alguém que compreenda meus defeitos e procure as possibilidades comigo, não preciso de alguém exemplar, precisar? Esperar? Tentar? Jogar?

Posso até cansar no trajeto mas não vou desistir, lembro do dia em que alguém acreditou que eu realmente podia fazer aquilo e eu fui lá e fiz, acreditou quando nem eu mesma acreditava, foi fabuloso (uso pouco mas adoro essa palavra)

Talvez eu realmente seja incomum, mas e daí? Tem gente que me ama por eu ser desse jeitinho e sorri com meus defeitos, brinda comigo cada manhã com um bom dia e cada noite com uma boa noite, com o tempo percebi que amo meus amigos por cada qualidade positiva ou nem tão positiva assim, por eles serem originalmente eles, essencialmente previsíveis e especiais.

Ao som de Bubbly eu choro, não estou triste mas um pouco cansada (nada que um bom banho e umas risadas com as best não melhore), estou ficando boa em recomeços ...

Ou finais ... cartas e fotografias #voltando #tantofaz

 

Quero sua opinião dani_seffair@hotmail.com. Aguardo












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.