Domingo, 20 de Janeiro de 2019

Caroline Silva Fraga

Eu sou Fonoaudióloga, Palestrante, trabalho com aperfeiçoamento da comunicação.
Eu atuo na área de Aperfeiçoamento da Comunicação há 06 anos. O que eu venho percebendo atendendo inúmeros clientes a falta de “consciência” da forma como se comunica e perdendo assim, oportunidades de conquistar um emprego ou uma promoção tão sonhada.Então, eu quero te ajudar a ter consciência a partir dicas, orientações e notícias sobre fala dicção, projeção vocal, qualidade da voz, postura corporal, expressões faciais, construção de argumentos etc.

Acesse o meu Blog pessoal: www.phvoz.com
Lá você encontrará textos enriquecedores para continuar a sua jornada de Sucesso!!

Ver todas as colunas

Se prepare para o discurso: 3 dicas importantes



"Seja curioso. Leia tudo. Tente coisas novas. O que as pessoas chamam de inteligência se resume a curiosidade."

                                                                                                                                                   (Aaron Swartz)

 

 

Olá,

 

Se você regularmente precisa se preparar para um discurso sobre algum tema ou se está prestes a falar em público pela primeira vez, há uma ordem universal: um discurso bem-sucedido é precedido de planejamento e prática.

 

De antemão, você precisa ter claro na sua mente que todo discurso é limitado no tempo.

 

Essa limitação é imposta convencionalmente ou dependendo da oportunidade, da atenção dos ouvintes, de seu interesse, do espaço disponível, que você precisa levar em conta.

 

Quem pronuncia um discurso visando à persuasão - deve organizar bem o seu tempo e a atenção dos ouvintes; é normal que conceda a cada parte de sua exposição um espaço proporcional à importância que gostaria de ver-lhe atribuída na consciência dos que o escutam.

 

Uma apresentação eficaz, que impressiona a consciência dos ouvintes, é essencial não só em toda argumentação visando à ação imediata, mas também naquela que visa a orientar quem te escuta a fazer prevalecer a sua forma de pensar. 

 

Não é de espantar, que é na argumentação, que se apresenta os maiores problemas de quem fala em público.

 

Numa argumentação, em todo caso, a ordem não pode ser indiferente: a adesão depende de fato do seu ouvinte. Ora, à medida que se desenvolve a argumentação, a situação deste se modifica, pelo forma do que é dito e também pelo comportamento de quem fala.

 

Você já sabe que o seu ouvinte pode ser condicionado por você através dos meios auxiliares: da sua linguagem corporal, da forma como fala, da sua vestimenta, das cores da sua roupa, do seu perfume, etc. Mas também pode ser realizado de uma maneira discursiva. O seu discurso não deixa o ouvinte tal como era no início da sua fala, mas tampouco modifica-lhe as crenças de um modo irremediável. 

 

Se a argumentação é, essencialmente, adaptação ao público, a ordem dos argumentos de um discurso persuasivo deveria levar em conta todos os fatores suscetíveis para favorecer aceitação pelos ouvintes.

 

Para ajudá-lo, trouxe 3 dicas para você ter muito sucesso em sua apresentação:

 

1- COMECE A SUA APRESENTAÇÃO INDICANDO OS TÓPICOS QUE VAI DESENVOLVER 

 

Esse ponto parece óbvio, mas existem pessoas que desenvolvem o seu discurso sem situar o seu ouvinte, acham que falar o tema é suficiente. 

 

2 - REPITA OS PONTOS RELEVANTES DO SEU DISCURSO 

Se falar rápido é favorável ao raciocínio, falar pausadamente é criador de emoção. Daí advém que os oradores concisos e breves penetram pouco o coração e emocionam menos.

A repetição constitui a técnica mais simples para criar tal presença; reforçar certos pontos relevantes,  o som da sua voz  de forma pausada cria esse efeito.

 

3 - ABRA ESPAÇO PARA O PÚBLICO PERGUNTAR. 

O fato do público perguntar, é uma vantagem incontestável para você. As perguntas servem como parâmetro para saber se você conseguiu captar a atenção e o interesse do seu público; elas dão informações acerca das opiniões dos ouvintes, muitas vezes é adesão que pretende o orador, já que no final das contas, visa geralmente modificar a opinião de quem te ouve.

 

Uma boa comunicação nem sempre é perfeita, e ninguém espera que você seja 100% exato. No entanto, ficar atento ao que pontuei logo acima vai ajudá-lo a entregar uma mensagem bem melhor. Você pode até não ser capaz de conter o seus nervosismo mas pode aprender a minimizá-lo.

 

 

Até breve,

Rumo ao Sucesso!!

 

Blog Pessoal: www.phvoz.com

 

 












Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.