Domingo, 24 de Março de 2019

11/4/2011 - Jundiaí - SP

Alunos da rede de ensino de Jundiaí assistem à apresentação da São Paulo Companhia de Dança




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

A tarde de sexta-feira (8) foi diferente para cerca de 850 alunos da rede de ensino de Jundiaí, que assistiram a uma apresentação exclusiva da São Paulo Companhia de Dança (SPCD), com as coreografias Duplos, de Maurício Oliveira, e Tchaikovsky Pas de Deux, de George Balanchine, que arrancaram muitos aplausos do público jovem.

A iniciativa faz parte das ações educativas promovidas pela companhia. Além das coreografias, os alunos também assistiram a um vídeo sobre a vida de bailarino e participaram de uma breve atividade de interação e movimento dos braços, ministrada pela diretora da SPCD, Inês Bogéa.



Leonardo Ruido Gardeti, aluno da Escola Estadual Conde de Parnaíba, estava com os amigos em um dos camarotes e aprovou o espetáculo. “Gosto de aulas que acontecem fora da classe, são mais interativas e nos permite conhecer coisas diferentes”, disse o garoto de 12 anos.


Inês explica que, ao se apresentar em uma cidade, a São Paulo Companhia de Dança oferece não só o espetáculo de dança, mas um grupo de atividades educativas e culturais que visam conhecer melhor cada município e sua cultura, além da oportunidade da população saber um pouco mais sobre o cotidiano de uma companhia de dança.


A ideia é formar público e que as pessoas conheçam os bastidores e tenham mais acesso ao trabalho desenvolvido na companhia. Na terça-feira (5) realizamos o workshop “Uma roupa que dança”, que teve a participação de professores da rede de ensino e também de dança, uma atividade que preparou os educadores para hoje. Tivemos uma ótima receptividade na cidade, pois contamos com 125 participantes na terça e hoje cerca de 850 estudantes”, disse Inês.


Arte e educação estão muito interligadas. Ao trazer os alunos para o teatro, mostramos a importância do silêncio para dialogar com o espetáculo, além do vídeo que fala sobre movimento, medos, trabalho em equipe, preconceitos”, comentou a diretora.


Já para os bailarinos da cidade, a SPCD colocou à disposição dois workshops que serão realizados na manhã de sábado (9). “Tivemos uma ótima resposta e as vagas foram preenchidas. Nessas atividades os participantes vão conhecer um pouco sobre o dia a dia dos profissionais de uma companhia, como são as aulas e o trabalho desenvolvido”, afirmou Inês.


As atividades são encerradas com a apresentação de três coreografias Duplos, de Maurício de Oliveira; Tchaikovsky Pas de Deux, de George Balanchine; e Gnawa, de Nacho Duato.


O espetáculo encerra as atividades que ocorreram durante a semana inteira e também a Mostra de Dança de Jundiaí, além de fazer parte das comemorações desse centenário teatro. Essa Mostra é fundamental para a cidade, pois reuniu bailarinos de diversas cidades, promovendo a troca de experiência e revelando talentos. A cidade só tem a ganhar com ações como essa, principalmente agora que vive o início da montagem do corpo estável de dança, que chega para somar e ampliar o mercado de trabalho para os profissionais”, concluiu a Diretora da São Paulo Companhia de Dança.


Os interessados em assistir à apresentação da São Paulo Companhia de Dança, que acontece neste sábado (9), às 21 horas, no Polytheama, podem retirar os ingressos, gratuitos, na bilheteria do teatro. Cada pessoa tem direito a retirar dois convites.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.