Domingo, 19 de Setembro de 2021

21/6/2011 - Jundiaí - SP

Audiência pública reúne deputados, prefeitos e secretário de Estado em Jundiaí




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

O prefeito Miguel Haddad recepcionou, na noite desta segunda-feira (20), o secretário estadual de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido, que veio a Jundiaí para participar de audiência pública sobre o Projeto de Lei Complementar que cria o Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ). A audiência, realizada no 8º andar do Paço Municipal, reuniu, ainda, deputados, prefeitos da região, vereadores e a população. 

Os participantes tiveram a oportunidade de apresentar sugestões ao Projeto de Lei, que hoje encontra-se na Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa. A expectativa é de que o projeto, que no último texto apresentou 21 emendas para serem analisadas, seja aprovado ainda este ano.



O Aglomerado Urbano de Jundiaí vai envolver as cidades de Jundiaí, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Cabreúva, Jarinu, Louveira e Várzea Paulista. Para o prefeito Miguel Haddad há um consenso entre os municípios em relação à concretização da aglomeração urbana, que representa um grande avanço no sentido de envolver a região na resolução de problemas comuns. "O algomerado fortalecerá as cidades. A região terá mais força política e a possibilidade de reivindicar em conjunto", disse o prefeito, que citou a iniciativa da criação de consórcios intermunicipais como exemplo de bons resultados no andamento das ações conjuntas, como o recém criado Consórcio Intermunicipal para Proteção da Serra do Japi. 


Para o prefeito, é importante instituir também mecanismos que envolvam o Governo Federal para o repasse de recursos. "Estamos no caminho certo, porém sem a participação efetiva do Governo Federal em algumas áreas, como Saúde, fica difícil encontrarmos uma solução para os problemas", enfatizou.


Os trabalhos da noite desta segunda-feira foram conduzidos pelo 1º vice-presidente da Assembléia Legislativa de São Paulo, deputado Celso Gíglio, que apresentou dados importantes sobre o Aglomerado Urbano de Jundiaí, que irá abranger uma área de 1.765 km² e envolver 700 mil habitantes. 


Segundo o secretário estadual de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido, a audiência pública é um procedimento adotado para ampliar a discussão em torno da criação do Aglomerado Urbano de Jundiaí, que será o primeiro do Estado de São Paulo e o segundo do Brasil.


De acordo com ele, o Aglomerado será um instrumento permanente que permitirá um planjeamento das ações. "É um instrumento definitivo, moderno, que chega para que os municípios possam fazer um planejamento integrado e adotar decisões compartilhadas. Representa um grande avanço".



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.