Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2020

21/6/2011 - Jundiaí - SP

Audiência pública reúne deputados, prefeitos e secretário de Estado em Jundiaí




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

O prefeito Miguel Haddad recepcionou, na noite desta segunda-feira (20), o secretário estadual de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido, que veio a Jundiaí para participar de audiência pública sobre o Projeto de Lei Complementar que cria o Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ). A audiência, realizada no 8º andar do Paço Municipal, reuniu, ainda, deputados, prefeitos da região, vereadores e a população. 

Os participantes tiveram a oportunidade de apresentar sugestões ao Projeto de Lei, que hoje encontra-se na Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa. A expectativa é de que o projeto, que no último texto apresentou 21 emendas para serem analisadas, seja aprovado ainda este ano.



O Aglomerado Urbano de Jundiaí vai envolver as cidades de Jundiaí, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Cabreúva, Jarinu, Louveira e Várzea Paulista. Para o prefeito Miguel Haddad há um consenso entre os municípios em relação à concretização da aglomeração urbana, que representa um grande avanço no sentido de envolver a região na resolução de problemas comuns. "O algomerado fortalecerá as cidades. A região terá mais força política e a possibilidade de reivindicar em conjunto", disse o prefeito, que citou a iniciativa da criação de consórcios intermunicipais como exemplo de bons resultados no andamento das ações conjuntas, como o recém criado Consórcio Intermunicipal para Proteção da Serra do Japi. 


Para o prefeito, é importante instituir também mecanismos que envolvam o Governo Federal para o repasse de recursos. "Estamos no caminho certo, porém sem a participação efetiva do Governo Federal em algumas áreas, como Saúde, fica difícil encontrarmos uma solução para os problemas", enfatizou.


Os trabalhos da noite desta segunda-feira foram conduzidos pelo 1º vice-presidente da Assembléia Legislativa de São Paulo, deputado Celso Gíglio, que apresentou dados importantes sobre o Aglomerado Urbano de Jundiaí, que irá abranger uma área de 1.765 km² e envolver 700 mil habitantes. 


Segundo o secretário estadual de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido, a audiência pública é um procedimento adotado para ampliar a discussão em torno da criação do Aglomerado Urbano de Jundiaí, que será o primeiro do Estado de São Paulo e o segundo do Brasil.


De acordo com ele, o Aglomerado será um instrumento permanente que permitirá um planjeamento das ações. "É um instrumento definitivo, moderno, que chega para que os municípios possam fazer um planejamento integrado e adotar decisões compartilhadas. Representa um grande avanço".



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.