Domingo, 22 de Outubro de 2017

21/3/2011 - Jundiaí - SP

Biólogo americano participa do VI Fórum Água em Pauta na DAE




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

A DAE S.A., em parceria com a Imprensa Editorial, realiza o VI Fórum Água em Pauta, nos dias 21 e 22 de março (Dia Mundial da Água). O evento será no auditório Planeta Água, na sede da empresa, em Jundiaí, com participação do americano Christopher Eppig.

O renomado biólogo participa da conferência de abertura “Água e Saúde”, segunda-feira, às 11h. Em sua passagem pela DAE, o americano aborda os resultados de um estudo que mostra a relação de doenças infecciosas com o QI de populações de baixa renda em países pobres. Além de comentar as principais conclusões deste estudo, ele irá traçar um panorama da relação entre saúde, saneamento básico e água, especialmente no Brasil.

Christopher Eppig é cientista e participa do programa de pós-doutorado em Biologia na Universidade do Novo México, em Albuquerque, nos Estados Unidos. Seu foco são os estudos comportamentais e da evolução humana. Sua pesquisa engloba uma variedade de tópicos ligados ao comportamento humano, incluindo competição entre homens, comunicação química, endocrinologia comportamental e inteligência, entre outros.



Para o presidente da DAE, Wilson Roberto Engholm, é uma honra receber Christopher Eppig. “O Brasil e o mundo vem a Jundiaí para discutir a importância da água”, diz. “E por que em Jundiaí? Porque é a cidade número 1 em saneamento no Brasil. Jundiaí compreendeu desde cedo a importância do saneamento básico e investiu de maneira planejada por sucessivas administrações no setor. Hoje temos em nossa zona urbana 100% de água tratada, esgoto coletado e tratado, o que vem ao encontro da nossa missão, que é a universalização dos serviços.


A palestra de Christopher Eppig terá tradução simultânea e transmissão em tempo real através do endereço
www.tvdae.com.br.

Além dele, pesquisadores, jornalistas e outros profissionais envolvidos na área de meio ambiente e saneamento participam de painéis que abordam a água na saúde, na indústria, nos mananciais e na indústria.


O Fórum prossegue na parte da tarde e na terça-feira, conforme programação abaixo.

As inscrições para o Fórum são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone (11) 2117-5300 ou diretamente pelo site, no endereço: http://portalimprensa.uol.com.br/forumaguaempauta/


PROGRAMAÇÃO


1ª Dia:


10h00 -
Coffee Receptivo e entrega do material de apoio

10h30 - Abertura Solene

11h - Conferência de Abertura

“Água e Saúde”

Em artigo publicado na Proceedings of The Royal Society, o cientista Dr. Christopher Eppig aborda os resultados de um estudo que mostra a relação de doenças infecciosas com o QI de populações de baixa renda, localizadas em países pobres. Além de comentar as principais conclusões deste estudo, ele irá traçar um panorama da relação entre saúde, saneamento básico e água, especialmente no Brasil.

Prof.Christopher Eppig
Departamento de Biologia, Universidade do Novo México (EUA)

Tania Regina Gasparini Botelho Pupo

Secretária Municipal de Saúde de Jundiaí. Doutora em Práticas de Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (2005).

13h - Intervalo Almoço

14h30 - Painel I – Saneamento Básico
“Saneamento básico: dados, fatos e sensibilização pública”

Esse painel tem como objetivo fornecer elementos objetivos para a compreensão da importância do saneamento como política pública e discutir estratégias de sensibilização social e jornalística para o tema. A partir de dados de investimento, os painelistas serão estimulados a pensar em uma agenda jornalística positiva que contemple, de maneira sistemática, a cobertura ligada a saneamento básico no país em seus mais diversos aspectos.

Carolina Mota

Pesquisadora da FAPESP e Universidade de São Paulo (Faculdade de Direito) e autora e organizadora do livro “Saneamento Básico no Brasil” (Editora Quartier Latin).

Tania Regina Gasparini Botelho Pupo

Secretária Municipal de Saúde de Jundiaí. Doutora em Práticas de Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (2005).

Milena Serro

Coordenadora de Comunicação do Instituto Trata Brasil, organização que monitora e discute a importância do Saneamento Básico e dos investimentos públicos na área.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email