Terça-Feira, 21 de Maio de 2019

20/2/2019 - Jundiaí - SP

Com foco na inclusão, site da DAE ganha tradução em Libras




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jundiaí

A DAE Jundiaí é a mais nova integrante na lista das empresas que aderiram ao Hand Talk, ferramenta digital inserida em seu site e que faz traduções em Libras. A iniciativa tem o objetivo de promover a inclusão e a acessibilidade digital e foi apresentada nesta terça-feira (19), na sede da empresa.

Participaram do encontro representantes da Ateal, Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), Cijun e Hand Talk, além da diretoria da DAE e TVTEC. “O Hand Talk vem para agregar e facilitar o acesso de um público que não compreende a língua do seu próprio país. A DAE está sempre em busca de ferramentas e alternativas que aprimorem a experiência do cliente com a empresa”, afirma o diretor presidente da DAE, Eduardo Santos Palhares.

Para Marco Antônio Santos, assessor municipal de Políticas para Pessoa com Deficiência, a iniciativa da DAE é importante por promover igualdade. “A inclusão é uma questão de cidadania e esta ferramenta dá condições de igualdade às pessoas”, avalia. “É muito importante termos pessoas e empresas assim, como a DAE, que nos ajudam”, afirmou Ivanilde Oliveira de Jesus, presidente do CMPD.

Giovanna de Fátima Cândido, aluna da Ateal, participou do evento e explicou que, para ela, a ferramenta representa um avanço. “Estou feliz em participar e acredito que ferramentas como esta vão contribuir com meu futuro”, relatou, em Libras.

Atualmente, apenas 2% dos sites brasileiros estão acessíveis. Entre eles, está o portal da Prefeitura Municipal de Jundiaí que registra uma média de 110 mil palavras traduzidas por mês.

A tradução é realizada em tempo real pelo Hugo, o simpático intérprete virtual 3D da Hand Talk. Para usar a ferramenta, basta clicar no símbolo de Libras em azul, no canto da tela, ativando a janela e fazendo aparecer o personagem. O Hugo, então, traduz textos e vídeos em Libras, permitindo aos usuários surdos ter autonomia na navegação.

Inclusão
Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 360 milhões de pessoas no mundo possuem deficiência auditiva. No Brasil, de acordo com o Censo de 2010 do IBGE, são dez milhões de pessoas.

A falta de acessibilidade digital em Libras faz com que a internet esteja praticamente offline para esta parcela significativa da população, que não consegue consumir qualquer tipo de conteúdo ou comprar online. Apesar de ser obrigatória por lei desde janeiro de 2016, quando a Lei Brasileira de Inclusão entrou em vigor, a acessibilidade digital ainda está longe de ser uma realidade no país.

A implantação do Hand Talk no site da DAE foi realizada pela Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun). Para conhecer o Hugo, acesse www.daejundiai.com.br.

 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.