Domingo, 22 de Outubro de 2017

28/3/2011 - Jundiaí - SP

Concluída reforma da primeira ala do Velório Municipal




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

As obras de reforma do Velório Municipal Adamastor Fernandes visam o conforto térmico do local e melhorias no prédio inaugurado em 1992. A reforma teve início com as intervenções nos banheiros e seguiu para a primeira ala das salas de velório, que foi concluída e voltará a ser utilizada neste sábado (26).

Agora as obras seguem para a fase final, contemplando a ala restante. O superintendente da Fumas, Ademir Pedro Victor; o Secretário de Comunicação Social, Carmelo Paoletti Neto; e Diretor do Serviço Funerário, Claudio Dianin, estiveram no local para visitar as obras.

A sensação de calor, sentida principalmente nos dias mais quentes, era constante reclamação da população que precisava usar os serviços do velório. Para amenizar o desconforto no difícil momento que é velar um ente querido, as obras contemplaram a instalação de um lanternin, uma estrutura metálica, com dois metros de altura que, em conjunto com os vidros basculantes instalados nas paredes laterais, promove a circulação mais eficaz do ar, o que conduz passivamente a saída do ar quente. “O sistema realiza a renovação do ar, o frio que entra pelos basculantes, empurra o quente para cima, que vai para o ambiente externo através do laternin”, explicou Ademir.


Além de facilitar a saída do ar quente, a reforma também contempla mais claridade para o velório. Em conjunto com o lanternin e os vidros basculantes, são instaladas brise soleil, espécie de persianas que permitem a penetração de ar e claridade, mas evita a incidência de calor e deixa o local com iluminação mais natural.

A sustentabilidade e a preocupação com o meio ambiente estão presentes nas obras do velório. O telhado da ala em intervenção foi substituído por telhas de alumínio branco, com miolo de lã de rocha, que exerce a função de uma manta térmica. “A questão ambiental não ficou de lado”, disse Claudio Dianin.

A preocupação com o meio ambiente é constante. A reforma iniciou pelos sanitários masculino e feminino que atendem a população e recebeu torneiras e saboneteiras, além do mictório no banheiro masculino com acionamento automático da água, por sensor de presença. Os sanitários também foram adaptados para possibilitar a acessibilidade de pessoas com deficiência.

Após a conclusão da segunda etapa, as obras serão iniciadas na ala seguinte, ficando inoperante durante o período de intervenções. “Evitamos ao máximo causar transtorno para a população que precisa utilizar o velório, por isso respeitamos", completou o superintendente da Fumas.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.