Sexta-Feira, 19 de Abril de 2019

15/4/2019 - Jundiaí - SP

Conferência Municipal de Saúde se encerra no Complexo Argos




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jundiaí

O auditório Elis Regina, no Complexo Argos, foi o local escolhido para a realização da 11ª Conferência Municipal da Saúde, realizada pela Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS). O evento teve início na noite de sexta, na Câmara Municipal, com a apresentação de propostas de quatro eixos temáticos que abordavam o tema “A Consolidação do SUS para manutenção do direito à Saúde”: “O papel do Estado como disciplinador e fomentador do Direito à Saúde”,  “A função reguladora do Estado na Estruturação do SUS”, “A resistência do SUS frente às normas restritivas do financiamento” e “Participação Social – Cidadania, ética, direita e deveres, para emancipação do coletivo”. Entre técnicos e usuários do Sistema Único de Saúde, participaram em torno de 160 pessoas.

“Do total de inscritos como participantes, 99 são usuários do SUS, e estão aqui para a escolha dos delegados que participarão da macroconferência regional, com 42 municípios da região de Campinas. Dessa etapa regional, serão submetidos à nova escolha na estadual, para chegarem à 16ª Conferência Nacional que será realizada em maio, em Brasília”, explicou o gestor Tiago Texeira, que estava ao lado de Tião Preto, que há quatro anos representa Jundiaí na condição de delegado. “Participar do encontro nacional é representar as pessoas que fazem uso do sistema público de saúde e ter a oportunidade de apresentar nossas demandas locais e da região”, disse Tião.

A conferência municipal elege 9 delegados, 3 gestores e 3 trabalhadores da Saúde. “É importante a discussão de uma política social que venha de encontro aos anseios da população”, destaca Eurico Gonçalves de Lima, usuário do sistema público de saúde e que participava do encontro.

Em um levantamento feito pela UGPS, várias propostas apresentadas no encontro realizado em 2017 foram implementadas e se transformaram em políticas de saúde como: implantação de sistema de regulação municipal de acordo com os parâmetros e protocolos do Ministério da Saúde; garantia do acesso ao Programa de DST/Aids/Hepatites a partir da ampliação das estratégias de atendimento, implementação de ouvidoria SUS municipal além de outras ações.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.