Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020

5/7/2011= - Jundiaí - SP

DAE confirma fornecimento para Várzea Paulista




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

Os estudos iniciados pela DAE S.A. em junho para verificar as possibilidades técnicas e comerciais de Jundiaí comercializar água para Sabesp – empresa responsável pelo abastecimento de Várzea Paulista -, mostraram-se positivos. A previsão é de que o fornecimento tenha início já na próxima estiagem.

O resultado do estudo foi apresentado nesta segunda-feira, durante reunião na DAE entre o diretor-presidente da empresa, Wilson Roberto Engholm, o diretor da Sabesp, Luiz Paulo de Almeida Neto, e o Superintendente da Unidade de Negócio Capivari/Jundiaí, Mário Eduardo Pardini Affonseca. Um protocolo de intenções será elaborado pelo departamento jurídico das duas empresas, assim como o contrato de compra e venda de água tratada no atacado.

Nos próximos dias, a DAE inicia uma obra de reforço na adutora que sai do reservatório da Vila Progresso. “Faremos isso o mais rápido possível, uma vez que o objetivo é atender Várzea Paulista já na próxima estiagem”, disse Wilson, revelando que o investimento estimado é de R$ 200 mil.

Segundo o diretor-presidente, a DAE entregará à Sabesp 60 litros por segundo de água tratada. A água chegará até a Vila Cristo, próximo ao prédio da antiga fundição Dal Santo e , de lá, a água segue para o reservatório do Tanque Velho, em Várzea Paulista, de onde a Sabesp fará a distribuição para outros bairros, completando, assim, a necessidade de parte da população varzina.

O diretor da Sabesp, Luiz Paulo, lembrou que esta será a primeira vez que a Sabesp comprará água de outra empresa. “A situação inversa é bastante comum mas esta é uma negociação única”, disse. “Estamos pensando no futuro da cidade de Várzea Paulista já que sabemos que é uma região que vem crescendo muito.”

De Campo Limpo – Este acordo foi um pedido do prefeito de Campo Limpo Paulista, Armando Hashimoto, feito durante reunião com o prefeito de Jundiaí, Miguel Haddad, e o diretor-presidente da DAE S.A., Wilson Engholm, realizada na segunda semana de junho.

A Estação de Tratamento de Água de Campo Limpo oferece atualmente 150 litros de água por segundo para Várzea Paulista, mas Hashimoto teme que uma estiagem muito grande possa prejudicar este fornecimento de água este ano.

Segundo Wilson, Jundiaí tem condições para realizar o fornecimento para Várzea, sem trazer nenhum ônus para o abastecimento de Jundiaí, considerando a ampliação da represa e a atual capacidade de reservação de 12,5 bilhões de litros de água. “A nossa represa pode abastecer um município de até 600 mil habitantes”, garante Wilson. “E a nossa Estação de Tratamento de Água do Anhangabaú tem capacidade de produzir mais esta demanda.”



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.