Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020

22/7/2011 - Jundiaí - SP

DAE-Jundiaí e Sabesp assinam protocolo de intenções para abastecer Várzea Paulista




da assessoria

Representantes da DAE S.A. e da Sabesp (Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo) assinaram nesta quinta-feira (21), às 15h, na Prefeitura de Jundiaí, o protocolo de intenções para o fornecimento de água da empresa jundiaiense para complementar o abastecimento em Várzea Paulista. A partir deste documento a DAE e a Sabesp poderão desenvolver atividades para o abastecimento de Várzea Paulista visando já a próxima estiagem. O acordo, para os próximos 5 anos, é inédito. Esta é a primeira vez que a Sabesp comprará água de outra empresa.

Segundo o prefeito Miguel Haddad, o fornecimento de água para Várzea Paulista faz parte do contexto do aglomerado urbano, que vai envolver as cidades de Jundiaí, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Cabreúva, Jarinu, Louveira e Várzea Paulista na resolução de problemas comuns. “A ação vem ao encontro do conceito do aglomerado urbano”, disse.

O prefeito lembrou que o acordo só foi possível porque a DAE é uma sociedade anônima, o que permite o município viabilizar o fornecimento de água com outra S A. - a Sabesp. “Só por isso estamos podendo assinar este documento.”

Serão fornecidos 60 litros por segundo, o que representa o volume estimado em 130 mil m³ por mês. Este volume, segundo o diretor-presidente da DAE, Wilson Roberto Engholm, representa 5% do que é produzido hoje pela empresa jundiaiense (3,2 milhões de m³ por mês). “Assinar este protocolo é um momento histórico para a cidade de Jundiaí”, disse. “É resultado de ações com metas bem definidas, é resultado de todo o trabalho realizado pelas últimas administrações.”

Além do prefeito de Jundiaí e diretor-presidente da DAE S.A, estiveram presentes na assinatura os prefeitos de Várzea Paulista, Eduardo Pereira, e Campo Limpo Paulista, Armando Hashimoto; Luis Carvalho, representando o secretário de Estado de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido; Camilo Gava, representando o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, Edson Giriboni; a diretora-presidente da Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo, Dilma Pena, o diretor da Sabesp, Luiz Paulo de Almeida Neto e o superintendente da Unidade de Negócio Capivari/Jundiaí, Mario Eduardo Pardini Affonseca. Também estiveram presentes o deputado federal, Luiz Fernando Machado, e o deputado estadual, Ary Fossen.

Dilma Pena elogiou a ação e ressaltou que o acordo entre as duas empresas é fruto de um entendimento entre o Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura de Jundiaí, que parte de três princípios praticados pelo prefeito Miguel Haddad e pelo governador, Geraldo Alckmin. “O primeiro é o da inclusão, seja na economia, na cidadania, no emprego ou no compromisso com o futuro”, disse. “O segundo é o da transparência: se há regras claras, a população aceita e aplaude.”

Dilma reforçou o conceito de aglomerado urbano e disse que o terceiro critério praticado pelo governo estadual e município de Jundiaí é a solidariedade, essencial para o desenvolvimento contínuo de cidades do Estado de São Paulo. “É preciso solidariedade entre regiões, entre bacias hidrográficas e no uso de seus recursos naturais.”

Para fornecer a água a DAE inicia, nos próximos dias, uma obra de reforço na adutora que sai do reservatório da Vila Progresso e segue até a Vila Cristo, próximo ao prédio da antiga fundição Dal Santo. Neste local a Sabesp fará o bombeamento de água para o reservatório do Tanque Velho, em Várzea Paulista, e a distribuição para outros bairros, completando, assim, a necessidade de parte da população varzina.

Wilson Engholm ressalta que esta parceria não afetará o abastecimento de água em Jundiaí, considerando a ampliação da represa e a atual capacidade de reservação de 12,5 bilhões de litros de água.  “A nossa represa pode abastecer um município de até 600 mil habitantes em período de estiagem prolongada.”

Os estudos para verificar a viabilidade do fornecimento de água começaram em junho e o resultado da análise foi apresentado no início deste mês. Após o protocolo de intenções, as duas empresas assinam o contrato de compra e venda de água tratada no atacado.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.