Domingo, 25 de Outubro de 2020

3/6/2011= - Jundiaí - SP

EcoJundiaí 2011 - Prefeituras criam consórcio de preservação da Serra do Japi




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

As prefeitura de Jundiaí, Cabreúva e Cajamar formalizaram na manhã desta sexta-feira (03) a criação do Consórcio Intermunicipal para proteção e ações na Serra do Japi. Presentes ao evento, que foi realizado na Base Ecológica da Serra do Japi, em Jundiaí, contou com as presenças do prefeito de Jundiaí, Miguel Haddad, do vice-prefeito de Cabreúva, José Mauro Oliveira, representando o prefeito Claudio Antonio Giannini, que assinaram o documento que cria a nova entenidade. O prefeito de Cajamar, Daniel Fonseca, ausente da solenidade, também assinaria o documento na tarde dessa sexta-feirade. O evento contou ainda com a pressença de secretários e diretores da Prefeitura de Jundiaí, da representante da Fundação Florestal, Claudia Avanzi, e do vereador Mingo Fontebasso que representou o presidente da Câmara de Vereadores de Jundiaí, Júlio César de Oliveira.

“Existem propostas para criação de um parque, de um mosaico ou até podem surgir novos estudos sobre a melhor forma de preservarmos toda a Serra do Japi, e eu posso garantir que o Consórcio, que criamos hoje, é o melhor caminho para se definir a forma ideal de conservação da Serra do Japi.”, disse o prefeito Miguel Haddad, para quem a Serra do Japi está mais preservada hoje do que há 15 anos.

A idéia da criação do Consórcio surgiu durante a realização da EcoJundiaí 2009 e foi concretizada hoje após aprovação da proposta nas Câmaras de Vereadores das cidades participantes. A adesão de Bom Jesus do Pirapora, que também possui parte da Serra do Japi dentro de seu território, depende da aprovação da Câmara local, o que os participantes do evento acreditam que deve acontecer nos próximos dias.


Para o prefeito, “a semente lançada em 2009 trouxe a ideia de o Consórcio ter ações comuns, uma lei comum, pois hoje cada cidade tem uma atuação à sua maneira. Uma ação única ganha mais força no que diz respeito à preservação. Esta é uma forma de envolver o Estado. Afinal, são várias cidades e não apenas uma envolvida em ações de preservação. E já mantive conversas com o secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas, sobre o consórcio." Para o vice-prefeito de Cabreúva, José Mauro Oliveira, “foi uma iniciativa feliz de Jundiaí em propor a criação do Consórcio”. Já Claudia Avanzi, da Fundação Florestal, a criação do Consórcio só merece elogios e “é mais um passo na direção do aperfeiçoamento da gestão desta área de proteção”.


Além da assinatura que viabilizou a criação do Consórcio, a solenidade, na Base Ecológica, foi palco do anúncio da desapropriação de mais 631.344,48 m² da Serra do Japi, o que aumentou a área sob administração e preservação da prefeitura. O evento contou ainda com o anúnciou da criação do selo “Japi, tesouro da natureza”, para ser o orgulho dos jundiaienses.


O secretário de Planejamento e Meio Ambiente, Jaderson Spina, afirmou que “o alvo das desapropriações é sempre maior do que atingido agora e pretendemos desapropriar, além dos mais de 630 mil metros quadrados anunciados hoje, mais 350 mil, chegando perto ou com possibilidade de ultrapassarmos, até o final desta administração, um milhão de metros quadrados desapropriados.” Segundo o secretário, o estudo, agora, gira em torno da desapropriação destes 350 mil m², na região da Cachoeira de Morangaba, que foi desapropriada em 2009.


Spina anunciou, ainda, em seu discurso, a construção de portais na Serra do Japi, cujas obras estarão concluídas em três meses e serão executadas pela empresa Pavan&Pavan, vencedora da licitação. Estes portais vão servir para identificar à população quais são as áreas tombadas dentro da Serra. Além disso, a Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente está distribuindo um folheto com explicações sobre a Serra do Japi, para que a população tenha conhecimento da área verde que ocupa um terço do território de Jundiaí.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.