Segunda-Feira, 18 de Dezembro de 2017

31/3/2011 - Jundiaí - SP

Em São Paulo - Miguel Haddad participa do lançamento da Câmara de Desenvolvimento Metropolitano




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

O prefeito Miguel Haddad acompanhou o lançamento da Câmara de Desenvolvimento Metropolitano, na manhã desta quarta-feira (30), no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual. A Câmara, presidida pelo governador Geraldo Alckmin, é composta por 10 secretarias e será o principal instrumento do governo para o planejamento e execução de projetos nas regiões metropolitanas e aglomerações urbanas, como a Aglomeração Urbana de Jundiaí. O governador também empossou o Conselho de Administração da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa).

Durante o evento, Alckmin assinou o projeto de lei que será encaminhado à assembléia legislativa propondo a criação do aglomerado urbano de Jundiaí (AUJ), que reunirá as cidades de Jundiaí, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Cabreúva, Jarinu, Louveira e Várzea Paulista. A expectativa é que a criação do aglomerado promova na região um processo de negociação permanente para captação de verbas e maior articulação para aprovação de projetos de interesse da região no legislativo. Para o Prefeito Miguel Haddad, mais do que o aspecto econômico, o aglomerado fortalecerá as cidades. “Teremos um ganho maior que é a ação conjunta para soluções de problemas comuns. A região terá mais força política e a possibilidade de reivindicar em conjunto”, disse o prefeito.



Ainda de acordo com o prefeito, os governos são grandes prestadores de serviço e buscar excelência nos serviços oferecidos vai ao encontro dos anseios dos municípios e da população. "Temas como segurança, saúde, transporte coletivo devem ser discutidos regionalmente”, destacou o prefeito Miguel Haddad que, participou do cerimonial falando em nome dos prefeitos presentes no evento. “Sou um entusiasta da iniciativa e testemunha do empenho do governador Geraldo Alckmin na busca por uma gestão de qualidade", concluiu.


Instrumento de interação do governo estadual com os municípios, a Câmara de Desenvolvimento Metropolitano vai trabalhar para encontrar soluções para problemas comuns e melhorar a qualidade de vida das pessoas. "O mundo moderno e urbano é cosmopolita e daí vem os desafios. O estado e os governos locais vão trabalhar juntos para buscar soluções. Se tivermos boas políticas públicas beneficiaremos muita gente, vai melhorar a vida de muitas pessoas”, defendeu o governador.


A Câmara irá integrar o planejamento metropolitano e dará modernidade e maior velocidade na solução dos problemas comuns que atingem os municípios que compõem a chamada macrometrópole paulista, região que congrega 153 cidades e concentra 72% da população e 80% do PIB do Estado, aproximadamente 27% do PIB do País. “Temos muitos desafios pela frente: questões como logística, infraestrutura e combate à pobreza carecem de uma estrutura moderna de gestão. Vamos, juntos, definir políticas e prioridades”, planejou Alckmin.


Uma das atribuições na Câmara será a criação de comitês executivos para planejar e acompanhar cada projeto a ser implantado na região da macrometrópole. Esses grupos de trabalho poderão ser compostos por várias Secretarias, dependendo das áreas que integram os projetos, com a Secretaria de Desenvolvimento Metropolitano, que é a secretaria-executiva do órgão, como indutora e articuladora dessas ações. “Vamos trabalhar juntos para errar menos, acertar mais e fazer o que é mais importante”, frisou o governador.


Além do governador e do secretário de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido, farão parte da Câmara os secretários: Andrea Calabi (Fazenda), Bruno Covas (Meio Ambiente), Emanuel Fernandes (Planejamento e Desenvolvimento Regional), Edson Giriboni (Saneamento e Recursos Hídricos), Guilherme Afif Domingos (Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia), José Aníbal (Energia), Jurandir Fernandes (Transportes Metropolitanos), Saulo de Castro (Logística e Transportes), Sidney Beraldo (Casa Civil) e Silvio Torres (Habitação).


Além do prefeito Miguel Haddad, o deputado estadual Ary Fossen e o vereador Júlio Cesar de Oliveira, o Julião, presidente da Câmara Municipal de Jundiaí, também acompanharam o evento.


Conselho de Desenvolvimento


Paralelamente à criação do Aglomerado Urbano, Edson Aparecido explicou também que será criado o Conselho de Desenvolvimento da Região, do qual participarão os prefeitos e secretários que atuam na região, com sede em Jundiaí. “Existem recursos federais para as regiões metropolitanas e os municípios não conseguem acessar, individualmente. As figuras do Aglomerado e do Conselho possibilitarão o acesso a estes recursos. Vamos definir as prioridades da região e discutir problemas regionais, como água, resíduos sólidos, transporte e saúde”, comentou.


O prefeito Miguel Haddad agradeceu o apoio e o empenho tanto do secretário, quanto do governador pela resposta rápida em dar continuidade ao projeto. “A discussão regional que foi promovida durante todo esse tempo foi muito importante. Acredito que este envolvimento de todos os agentes políticos foi fundamental para que o projeto atingisse o resultado positivo e para estar às vésperas de ser aprovado”, comemorou o prefeito. “Alguns temas como saúde, saneamento básico, transporte coletivo não podem ser discutidos localmente. O ideal é que busquemos soluções conjuntas, pois, desta forma, as reivindicações ganham mais força. O projeto vai chegar à Assembleia sem vícios de legalidade, o que acelera ainda mais a sua aprovaç



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.