Terça-Feira, 26 de Março de 2019

19/4/2011 - Jundiaí - SP

Engenheiro da SMAA participa de cursos sobre conservação de solo




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

O engenheiro agrônomo Sérgio Mesquita Pompermaier, que integra o corpo técnico da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, participou, no final de semana passado, em Campinas, de importante evento na área da capacitação, promovido pelo Instituto Agronômico de Campinas – IAC. Foi o III Seminário sobre Conservação do Solo e Proteção de Recursos Ambientais, que teve a coordenação dos pesquisadores Afonso Peche Filho e Isabella Clerici De Maria.

O seminário proporcionou a realização de minicursos, com a divisão dos participantes em grupos por interesse em diferentes temas: Elementos de Geoprocessamento para conservação de solo (Pesquisador Jener Fernando Leite de Moraes – IAC); Planejamento de terraceamento agrícola (Pesquisadora Isabella Clerici De Maria – IAC); Adubação Verde (Pesquisadora Elaine Bahia Wutke – IAC); Tecnologias para mecanização de práticas conservacionistas (Pesquisador Afonso Peche Filho – IAC); e Matéria Orgânica e conservação do solo (Pesquisador Sandro Roberto Brancalião – IAC). Os palestrantes apresentaram os pontos principais das práticas conservacionistas de solo, enfatizando o terraceamento (construção de terraços para manejo das águas de chuva). Em terrenos muito declivosos, se o manejo das águas de chuva não for realizado de maneira criteriosa, ele pode provocar grandes perdas e estragos.



Para Sérgio, a participação no evento foi muito proveitosa, pois a atualização em conhecimentos técnicos é muito importante. “O solo e a água estão entre os recursos naturais mais importantes que temos no planeta, e cuidá-los é um dever e uma necessidade, pois queremos garantir que as futuras gerações tenham oportunidades de continuar praticando a agricultura e abastecendo a população com alimentos de qualidade.”, afirma o engenheiro. Segundo ele, os temas apresentados e discutidos nas palestras mostraram a importância da realização de um trabalho técnico com o envolvimento de toda população.


A geografia de Jundiaí, em sua maioria, é composta por terrenos declivosos, portanto, a realização de atividades que estimulem as práticas conservacionaistas do solo é um importante trabalho a ser desenvolvido. E Sérgio lembra que o solo tem sido objeto também na cidade de uma grande atenção por parte da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, tanto que existe um programa específico para atender aos proprietários rurais: o Programa de Monitoramento da Fertilidade do Solo, criado no início do ano de 2010, com o objetivo de oferecer aos agricultores de Jundiaí o serviço de análise de solo e elaboração de recomendação de adubação.

O secretário da SMAA, Jorge Yatim, considera que o investimento na capacitação da equipe resulta na oferta de um serviço de maior qualidade para a população, na medida em que o conhecimento é aplicado nos programas desenvolvidos pela secretaria. "É um processo constante de atualização no sentido de trazer também ao pessoal do meio rural informações que contribuem para melhorar a produção", comenta o secretário.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.