Segunda-Feira, 9 de Dezembro de 2019

2/12/2019 - Jundiaí - SP

Experiências positivas são compartilhadas em Simpósio de Reabilitação Física do NAPD




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jundiaí

O Núcleo de Apoio às Pessoas com Deficiências (NAPD), da Prefeitura de Jundiaí, atende a 3 mil pessoas com deficiência, com projetos terapêuticos individuais que atendem a demanda específica de cada um. Para apresentar as ações e trabalhos foi desenvolvido, ao longo desta segunda-feira (2), o “I Simpósio de Reabilitação Física do Núcleo de Assistência à Pessoa com Deficiência: os desafios do Cuidado Integral”, no auditório da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ).

A atividade é direcionada para profissionais da Saúde e acontece antecipadamente ao Dia Internacional do Portador de Deficiência, celebrado na terça-feira (3). De acordo com a gerente do NAPD, Flávia Daolio Formigari Lima, o evento tem como objetivos apresentar a experiência de trabalho interdisciplinar desenvolvido pela equipe do serviço especializado no atendimento à pessoa com deficiência física e dispensação de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, equipamentos coletores e adjuvantes para estomias; além de dialogar sobre os desafios e potencialidades da Rede de Atenção à Saúde em compartilhar o cuidado à pessoa com deficiência física no SUS, na lógica da construção do cuidado integral.

Entre as ações que foram realizadas pela equipe e que trouxe benefícios aos atendidos foi a nova forma de atendimento para órteses e próteses. “Conseguimos, nos últimos dois anos, implementar um novo sistema, com a fabricante montando uma pequena oficina no espaço do serviço para atender as pessoas aqui, rapidamente, fazendo os moldes e realizando os ajustes necessários imediatamente. Somente essa intervenção reduziu em mais de 60% o tempo de espera para a entrega do material, passando de 1,5 ano para 6 meses”, explica. Nos últimos dois anos foram entregues cerca de 600 aparelhos por ano.

O gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Tiago Texera, representou o Prefeito Luiz Fernando Machado, durante a abertura. O chefe do executivo jundiaiense está em viagem para a Holanda (“Urban95 Festival: Pensando Cidades, Pensando Bebês”, em Roterdã), para apresentar as iniciativas de Jundiaí, integrante da Rede Latino-Americana – Cidade das Crianças, direcionadas para o público.

“Sabemos que uma cidade que é boa para as crianças, é boa para idosos, pessoas com deficiência, enfim, todos. Garantir o melhor atendimento em saúde para a população é meta da gestão e, compartilhar experiências de exitosas do cuidado integral, fortalece o serviço em rede e o trabalho desenvolvido com excelência pela equipe especializada do NAPD”, argumenta o gestor da Saúde.

Ele complementa lembrando que foram investidos R$ 800 mil em compras de órteses, próteses, palmilhas, cadeiras de rodas e outros equipamentos para o atendimento dos pacientes. “Foi o maior investimento já realizado na história do NAPD em um ano. A ação, aliada ao modelo implementado, conseguiu reduzir a fila de espera, que na gestão anterior chegou a 2 anos”, detalha.

Durante o período da manhã foram apresentados dados gerais sobre a Saúde de Jundiaí, que responde por 25,5% do Orçamento do Município; a gestão do cuidado à pessoa com deficiência física; a fisiatria e as principais patologias atendidas; serviço social no contexto da reabilitação e a abordagem da psicologia com pacientes e familiares. No período da tarde, foi abordado o tema fonoaudiologia em disfagia; estomias e incontinências; cuidados especializados em feridas complexas; órteses, calçados e palmilhas; amputação e processo de ‘protetização’ com o encerramento da atividade com o tema adequação postural em cadeira de rodas.

Dona Suzana Pedro de Souza, 68 anos, há 4 anos é amputada dos membros inferiores após complicações de um problema circulatório. “Foi no NAPD que eu me reencontrei. Lá tenho atendimento em equipamentos necessários além do apoio médico e terapêutico que preciso. Só tenho a agradecer toda a atenção que recebo da equipe. Participar do evento é se apropriar das discussões relevantes sobre as deficiências, que mudaram a lógica com a acessibilidade”, explica a moradora da Vila Dignidade, no Jardim Tamoio.

O evento contou com a participação da presidente do Conselho Municipal de Pessoa com Deficiência, Ivanilde Oliveira de Jesus, além do diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) Edmir Américo Lourenço.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.