Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020

25/8/2011 - Jundiaí - SP

Extensão das vias férreas da Cia. Paulista de Trens Metropolitanos




da assessoria

Hoje, os serviços prestados pela  C.P.T.M – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos,   atende a população da Grande São Paulo e chegam até o município vizinho  de Jundiaí/SP., distante apenas 40 km de nossa cidade.

O transporte ferroviário  da  C.P.T.M.  é de boa qualidade, sendo realizado com segurança, conforto e rapidez, tendo preços bastante acessíveis à população de menor poder aquisitivo, sendo que uma passagem de Jundiaí, à São Paulo, tem o custo de R$ 2,90 – quase o mesmo preço,  de uma passagem de ônibus/circular na cidade de Campinas, e o intervalo de um trem para outro, é de apenas 8 minutos em horários de “pico” e  no máximo de 20 minutos nos finais de semana.

A extensão dos serviços da CPTM até Campinas, também atenderá os municípios de Louveira, Vinhedo e Valinhos (trecho de vias férreas duplas) trazendo  grandes benefícios aos moradores dessas cidades, visto ganharem mais uma boa opção:- o  transporte ferroviário de passageiros.

A possibilidade desta nova opção, para Campinas e região, que conta com aproximadamente 2 milhões de habitantes,   melhorará consideravelmente o transporte da região.

Os moradores, tanto poderão  deslocar-se para a Capital,  como também poderão fazê-lo, entre as demais  cidades atendidas pela CPTM.

A opção do transporte dos trens  para Campinas e Região, também terá reflexos na melhoria do sistema de transporte rodoviário, com uma redução considerável  de veículos, e ônibus que viajam até São Paulo, principalmente pelas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, que encontram-se bastante saturadas, com trânsito pesado, e engarrafamentos diários.

Outra grande vantagem dos trens, é que possuem como fonte de energia,  a alimentação elétrica de seus motores, (energia limpa) não produzindo poluentes ao meio ambiente.

Os embarques/desembarque  de passageiros, são realizados  do centro de uma cidade ao centro de outra, ainda mais, o transporte da CPTM na município de São Paulo, é interligado ao sistema do METRÔ,  e traz  perspectivas e facilidade de deslocamentos para várias regiões da Capital.

Afora isso, o trânsito urbano da Capital,  que já está um caos, ocorrendo congestionamentos diários, em especial, em dias de chuva, terá uma redução expressiva na circulação de veículos (carros e ônibus) vindos da nossa região.

Antes da extinção da FEPASA – FERROVIA PAULISTA S/A,-  ocorrida em 1.998 - Campinas, Valinhos, Vinhedo e Louveira, eram atendidas e beneficiadas pelos chamados “trens de subúrbios da FEPASA” que corriam entre  Campinas e  São Paulo.

Toda a infra-estrutura/obras necessárias para a expansão, dos serviços de transportes de passageiros da CPTM de Jundiaí à Campinas,  terá um baixíssimo custo ao Estado se comparados com outros projetos de trens regionais, vez que, neste trecho ferroviário, (repita-se de linhas férreas duplas) já  circularam  esses trens, e hoje, circulam apenas trens de cargas.

Além do mais, Campinas e Jundiaí; possuem grandes oficinas de manutenção de locomotivas/trens que se encontram desativadas, e que  poderão ser utilizadas pela CPTM – na manutenção e consertos dos trens, abrindo a possibilidade de criação de novos empregos no setor ferroviário de nossa região.

O SINDPAULISTA (www.sindpaulista.org.br) pede o apoio da população das cidades (Louveira, Vinhedo, Valinhos e Campinas) para sua Campanha, que visa  trazer os trens da CPTM  até Campinas.

Estamos fazendo gestões políticas junto aos Deputados Estaduais, Federais, Prefeitos, e Vereadores da nossa região,  em especial, junto ao Excelentíssimo Senhor Governador do Estado – Dr. Geraldo Alkimin,  e Dr. Jurandir Fernandes – Secretário Estadual de Transportes Metropolitanos;  para que viabilizem, aprovem  e  determinem a expansão da C.P.T.M. até Campinas/SP.

  • TAMANHO DA LETRA   - A / A+

  •  IMPRIMIR NOTÍCIA

  •  COMUNICAR ERRO



  • Comunicar erro nesta notícia

    Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


    Enviar esta notícia por email