Segunda-Feira, 27 de Setembro de 2021

5/5/2011= - Jundiaí - SP

Fundo Social forma 107 alunos em três cursos




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

A quarta-feira (4) foi de festa e comemoração na sede do Fundo Social de Solidariedade (FUNSS), em virtude da formatura de 107 alunos dos cursos de Telefonista e Recepcionista, Informática e Sabonetes. Os estudantes receberam o certificado de conclusão de curso das mãos do prefeito Miguel Haddad e da presidente do Fundo Social, Maria Rita Haddad

O crescimento da cidade e a vinda de novas empresas têm aquecido o mercado de trabalho. Por isso, o Fundo Social de Solidariedade atua na capacitação gratuita de mão de obra para atender as demandas da cidade. Nos anos de 2009 e 2010, passaram pelos três cursos mais de 700 alunos, desse total 80% já estão inseridos no mercado de trabalho. A aluna Márcia Regina de Lima estava desempregada quando resolveu fazer o curso de Telefonista e Recepcionista, com apenas um mês de aulas foi contratada. “Não acreditei quando fui chamada para trabalhar como recepcionista na faculdade UNIP. O curso agregou muito ao meu histórico profissional. Hoje estou reinserida no mercado e muito feliz por ajudar na renda da minha família”, contou Márcia.


Na ocasião, o prefeito ressaltou sua satisfação em participar da cerimônia de formatura e conversou com os alunos sobre as oportunidades da cidade. “Podemos afirmar hoje, que Jundiaí tem se desenvolvido, o que gera muitos resultados positivos. Um exemplo são os cursos gratuitos do Fundo Social, que os informa e capacita para atuarem no mercado de trabalho que vem crescendo nos últimos anos”, afirmou Miguel.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade (FUNSS), Maria Rita Haddad, também prestigiou a cerimônia de formatura e aproveitou a circunstância para falar aos alunos sobre a responsabilidade do Fundo Social. “A cada formatura nos sentimos com o dever cumprido. Já temos relatos de pessoas inseridas no mercado de trabalho e de alunos que já conseguem ajudar na renda familiar. Proporcionar esses resultados, bem como ver a autoestisma dos alunos durante os cursos, são os nossos objetivos”, disse Maria Rita.

Para a aluna Angelina Delben, a partir da formatura, o curso de Sabonetes não será mais uma terapia e sim uma oportunidade de renda extra. ”Já estou fazendo sabonetes e distribuindo em alguns estabelecimentos para que conheçam o meu produto. Vou batalhar para que agora, o meu trabalho seja reconhecido”, comentou a aluna.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.