Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019

14/3/2011 - Jundiaí - SP

Investimentos em Jundiaí já superam R$ 200 milhões




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

O ano começou bem para a economia jundiaiense. Apesar da pouca movimentação empresarial, característica do período pré-carnaval, Jundiaí já computa R$ 238 milhões em investimentos anunciados até o momento. Na geração de empregos os números de janeiro, são recordes, se comparados com o mesmo período de 2010: 817 empregos gerados este ano, contra 769, no ano passado.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ari Castro Nunes Filho, avalia que os números demonstram a força da economia local e que, mais que isso, refletem os investimentos que tornam a cidade competitiva e, consequentemente, atraem mais investimentos. “A qualidade da nossa mão de obra é outro fator que alavanca a vinda de novas empresas e geram emprego e renda para a cidade. Nestes primeiros meses, já recebemos várias empresas interessadas em investir na cidade e ampliar seus negócios”, destacou.



Apesar dos números positivos, Ari Castro criticou a atuação do governo federal na tentativa de frear o ritmo da economia. “O governo federal vem empreendendo esforços para reduzir o ritmo da atividade econômica, investindo aquém das necessidades do País. Isso tem pressionado os índices de preço e obriga o governo, no final das contas, a frear, voluntariamente, o ritmo da economia”, analisou.


2010: duplo recorde


Ari Castro avaliou positivamente o duplo recorde em 2010: nos investimentos anunciados e na geração de empregos formais. De acordo com ele, o forte crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no ano passado, de 7,5%, foi acompanhado, em nível local, por vigoroso movimento de produção, contratações e investimentos.


Em 2010, os principais investimentos anunciados no município atingiram R$ 900 milhões alavancados pela movimentação do Jundiaí Shopping; Siemens; Chemetall do Brasil; Exal; Bodycote Brasimet; GVT; Linde Gases; Telefônica, entre outros. 


Acompanhando este movimento, o saldo da geração de empregos formais atingiu 11.604 empregos formais, um novo recorde, suplantando o melhor resultado de Jundiaí, que era de 2007, quando o saldo havia sido de 11.307 empregos gerados. “Vamos detalhar melhor estes resultados na próxima edição do Observatório Econômico e Social de Jundiaí, que será concluído nas próximas semanas”, adiantou Ari Castro. 


Para o secretário, os números confirmam o dinamismo da economia jundiaiense, ancorada na economia diversificada, localização e infraestrutura privilegiada dentro do Estado e do País.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.