Quarta-Feira, 1 de Dezembro de 2021

Mais lidas da semana

10/6/2011 - Jundiaí - SP

Jundiaí garante abastecimento de água de Várzea Paulista




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

As Prefeituras de Jundiaí e Várzea Paulista anunciaram no início da noite desta quinta-feira (9) um acordo que será ratificado pela DAE SA e Sabesp para utilização da água em Jundiaí para garantir o abastecimento de água em Várzea Paulista no período de entressafra. Para atender ao município vizinho, Jundiaí vai ceder, a partir de agosto deste ano, 60 litros de água por segundo, que serão bombeados do reservatório da DAE para o município vizinho. Pelo acordo, a ajuda ocorre no período de cinco anos, enquanto a Sabesp faz os investimentos necessários para ampliar o reservatório de água em Várzea. Os recursos oriundos da cessão de água serão utilizados em Jundiaí no programa de controle de perdas de água da DAE, implantado em 2009, e que tem contribuído para reduzir o volume de água que não chega ao consumidor.

O anúncio foi feito pelos prefeitos Miguel Haddad, de Jundiaí, por Eduardo Pereira, de Várzea Paulista, e de Campo Limpo Paulista, Armando Hashimoto, além do diretor-presidente da DAE S.A., Wilson Engholm. O prefeito Miguel Haddad lembrou que “o acordo só foi possível porque a DAE é uma sociedade anônima e vai fazer acordo com outra S A. - a Sabesp.”. A DAE vai investir cerca de R$ 200 mil para levar a água até a divisa de Várzea Paulista – próximo ao prédio da antiga Dal Santo, a Vila Cristo Redentor – de onde será captada pela Sabesp e distribuída para a cidade.

Até agora, Várzea Paulista recebe água de Campo Limpo Paulista, que fornece 150 litros de água por segundo, suficiente para abastecer toda a população. Segundo Armando Hashimoto, é fundamental pensar numa solução para o problema de água, pois a estiagem tem sido mais duradoura de 7 anos para cá, e a liderança regional de Miguel Haddad foi fundamental no processo. “Por isso é fundamental este acordo com Jundiaí, até que a Sabesp construa uma adutora para resolver o problema em Várzea.


Para o prefeito Miguel Haddad esta ação mostra como deve funcionar a Aglomeração Urbana de Jundiaí. Uma cidade apoiando a outra, sempre pensando num bem comum: a comunidade! “A liderança de Jundiaí é essencial nesta ação. O aglomerado vai mostrar isso. Uma cidade apóia outra, dentro de suas necessidades”.


Eduardo Pereira, de Várzea Paulista, lembrou que está construindo a estação de tratamento de esgotos para deixar o Rio Jundiaí mais limpo. “Até a metade de 2013 a obra estará concluída, tirando assim o esgoto de Campo Limpo e Várzea e devolvendo a água limpa para o Rio Jundiaí,” anunciou Pereira.


Modelo no país em saneamento básico, Jundiaí tem hoje um reservatório de água com capacidade para 12,5 bilhões de litros de água. Wilson Engholm lembrou que a DAE fornece hoje, para Jundiaí, 1.200 litros de água por segundo. “Temos capacidade para abastecer uma cidade com uma população de 600 mil habitantes”, lembrou Enghom.


Em meados de maio, o prefeito de Campo Limpo Paulista esteve no gabinete do prefeito Miguel Haddad para iniciar conversas para Jundiaí fornecer água para Várzea Paulista. Depois de uma avaliação da situação, o acordo foi fechado nesta quinta-feira, restando agora a assinatura do contrato entre as duas empresas – DAE e Sabesp.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.