Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017

11/10/2017 - Jundiaí - SP

Jundiaí recebe o Selo Inicial do Programa Amigo do Idoso




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jundiaí

O Prefeito Luiz Fernando Machado recebeu do Secretário Estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, a certificação do Selo Inicial “Amigo do Idoso” para a cidade, em encontro no o Paço Municipal nesta terça-feira (10). O programa São Paulo Amigo do Idoso estimula os Municípios a implantarem ações com foco na valorização da pessoa idosa, premiando-os pelas boas práticas aplicadas.

Luiz Fernando enfatizou sobre o trabalho feito pela Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGDAS) e do Comdipi e definiu o Selo como reconhecimento. “Recebo esta certificação com felicidade. Ela demonstra que o Governo Estadual reconhece o nosso trabalho e isso faz aumentar ainda mais a nossa responsabilidade para continuar avançando e investir sempre mais em benefício da pessoa idosa em Jundiaí”.

Dividido em três etapas, sendo a primeira delas Inicial, e, sucessivamente, Intermediário e Pleno, o programa leva em conta métricas estipuladas internacionalmente e as certificações vêm conforma a implantação de novos equipamentos e serviços sociassistenciais destinados à pessoa idosa, como a existência do Conselho Municipal de Direitos da Pessoa Idosa (Comdipi) na cidade. No Estado, dos 639 Municípios que assinaram o termo de adesão, 234 tiveram o Selo Inicial aprovado. Não há certificados nas demais etapas.

Uma vez atingida a certificação do Selo Pleno, o governo estadual faz repasses financeiros ao Centro Público de Atendimento ao Idoso (CEPAI), também conhecido como Centro Dia, e ao Centro de Convivência do Idoso (Criju), ambos voltados à pessoa idosa.

Floriano Pesaro parabenizou Jundiaí e a administração pelo trabalho. “Esta é uma certificação de que vocês estão fazendo todos os esforços e reforça o compromisso da Prefeitura com a pessoa idosa. Tenho certeza de que a Jundiaí vai avançar nas demais etapas da certificação e pode tornar-se a primeira na aquisição das etapas intermediária e plena.” O Secretário aproveitou ainda para elogiar a beleza e tamanho da cidade. “O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Jundiaí equipara-se a valores europeus. Esta é a 4ª melhor cidade no Estado e a 7 ª melhor do país para a população idosa”.

A gestora da UGADS, Nádia Taffarello, disse que a Prefeitura já está trabalhando para avançar na certificação. “Estamos elaborando e pondo em prática ações intersetoriais com as demais unidades de gestão, como a Promoção da Saúde e Mobilidade e Transporte. Outro passo será concretizar uma cadeira para idosos nos Conselhos de Assistência Social e de Saúde, exigências do programa para nosso aceite no Selo Intermediário, por exemplo.”

Os gestores das Unidades: da Casa Civil, Gustavo Maryssael de Campos; e de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi; também participaram do encontro, juntamente com o presidente do Comdipi, Milton Calzavara; com a diretora do Departamento de Proteção Social Básica, Cássia Carpi, e servidoras da UGADS.

De acordo com o Censo demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2010, Jundiaí possuía cerca de 50 mil idosos, que perfaziam, na ocasião, 13,34% da população geral residente no Município.

Recadastramento 
Pesaro fez também um apelo aos idosos e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC-Loas) para que se atentem ao cronograma de recadastramento definido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e procurem o Cadastro Único para proceder com a atualização dos dados. “Em Jundiaí há 4231 beneficiários pelo programa e é importante que eles se recadastrem, para que as esferas de governo enxerguem melhor a sua realidade e possa trabalhar pela melhora dela.”

 

O prazo de recadastramento para idosos acima de 65 anos vai até dezembro deste ano e as pessoas com deficiência devem começar a atualização de dados a partir de janeiro de 2018. A continuação da liberação desse benefício social depende do recadastramento. Impossibilitados de locomoção devem entrar em contato com o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do território a que pertence a sua residência a fim de agendar a visita domiciliar.

O Cadastro Único fica no Complexo Fepasa, na avenida União dos Ferroviários, nº 1760, Centro.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.