Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017

15/2/2011 - Jundiaí - SP

Jundiaí vive cinco meses sem sacolinhas plásticas




No final de janeiro, completaram-se cinco meses desde o início do projeto que acaba com as sacolinhas plásticas nos supermercados. A campanha “Vamos tirar o planeta do sufoco”, segundo números da Apas – Associação Paulista de Supermercados –, já retirou 400 toneladas de plásticos do aterro sanitário, o que representa cerca de 110 milhões de sacolinhas, desde 30 de agosto do ano passado. Estes números correspondem a 22 milhões de sacolinhas ou 80 toneladas de plástico/mês. A Apas é a promotora da campanha que tem o apoio da Prefeitura de Jundiaí.
Com o objetivo de substituir as sacolas plásticas, a Apas adotou alternativas para os consumidores: sacolas biodegradáveis – feitas de amido de milho – que são vendidas ao preço único de R$ 0,19 a unidade, sacolas retornáveis, que são feitas de TNT – Tecido Não Tecido, que custam R$ 1,85 a unidade ou ainda caixas de papelão, oferecidas gratuitamente aos consumidores.

Com os resultados obtidos nestes cinco meses, a Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente já vem negociando com outros segmentos do comércio. As padarias e os feirantes estão próximos a um acordo com a Prefeitura para usar as sacolinhas biodegradáveis. Algumas padarias, segundo levantamentos feitos pela Secretaria, já utilizam as novas sacolinhas. Além disso, um grande número de cidades tem buscado informações em Jundiaí para colocar o mesmo programa em prática. No início deste mês, uma comitiva de São José do Rio Preto esteve na Prefeitura para conhecer detalhes do programa. A comitiva foi recebida pelo secretário de Planejamento e Meio Ambiente que detalhou as ações desenvolvidas para implantação do programa que nasceu sem seguir uma legislação. Deste esta segunda-feira (14), a cidade de Monte Mor está sem as sacolas plásticas. Outras cidades do Estado também planejam o fim das sacolas, como São Vicente, Santos, Cubatão, Assis e, inclusive, Belo Horizonte.

Segundo informações da Associação Paulista de Supermercados, novas embalagens biodegradáveis estão sendo produzidas para substituir as bandejas de isopor dos açougues. Objetivo é acabar com todas as embalagens plásticas que compõem as redes de supermercados.

A campanha Vamos tirar o planeta do sufoco foi lançada no dia 27 de maio de 2010, na abertura da Eco Jundiaí, evento de uma semana com o objetivo de despertar a comunidade para as questões do meio ambiente. O objetivo era engajar o comércio, que tem papel fundamental na conscientização e incentivo à população para utilizar sacolas retornáveis no lugar das sacolas plásticas, que seriam retiradas de circulação na cidade a partir de 30 agosto.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.