Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017

11/3/2011 - Jundiaí - SP

Mostra de dança - Coreografias avaliadas por corpo de jurados




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

A Mostra de Dança de Jundiaí, que acontece em abril, visa proporcionar oportunidades para os artistas demonstrarem seus talentos artísticos no universo de dança, o intercâmbio de experiências, estímulo do conhecimento nas várias linguagem da dança, incentivar continuidade do estudo da dança e formação consciente de novos bailarinos.

A mostra recebeu 187 inscrições, das quais 122 foram de Jundiaí e 65 de outras cidades do Estado de São Paulo como Porto Feliz, Itu, Americana, São Paulo, Campinas, Francisco Morato, São Bernardo do Campo, Taboão da Serra, Salto, Várzea Paulista, Vinhedo, Mogi Guaçu e São Carlos. As coreografias selecionadas serão apresentadas no período de 1 a 9 de abril, no Teatro Polytheama e na Sala Glória Rocha. Além de uma apresentação em 25 de maio, quando se comemora do Dia Internacional do TAP.

O encerramento da Mostra será no dia 9 de abril, às 21 horas, no Teatro Polytheama e vai contar com a São Paulo Cia de Dança com os espetáculos Gnawa, Os Duplos e Tchaikovsky Pas de Deux.

Para Mostra Itinerante, a Secretaria de Cultura recebeu três inscrições, no entanto todas estavam fora do regulamento, não sendo selecionadas coreografias para o evento.

Seleção

O processo seletivo foi dividido conforme os gêneros. A seleção de sapateado americano e danças populares aconteceu no dia 1º de março e contou com corpo de jurados composto por Gisella Martins, Geraldo Pelegrino Junior e Betty Gervitz.

Para os estilos clássico livre, clássico de repertório, jazz, contemporâneo e street dance a seleção foi realizada nos dias 2, 3 e 4 de março pelos jurados Cristina Packer, Diogo Angeli e Josy Santos.

Jurados

Sapateado americano e danças populares

Gisella Martins – Formada em Fisioterapia, apresentou monografia sobre o tema “A influência do Sapateado Americano no desenvolvimento neuropsicomotor da criança”. É diplomada pela Royal Academy of Dance. Sapateadora profissional com especialização na Broadway Dance Center e Steps (NY - EUA) teve como principais mestres Barbara Duffy, Van Porter, Lesley Lockery, Lisa Hopkins, Jason Samuels Smith, Derick Grant, Aaron Tolson, Orquestra Brasileira de Sapateado, Maurício Sylva, Kátia Barão, Cíntia Martin e Steven Harper, com quem trabalhou como assistente no Rio de Janeiro. Atualmente leciona sapateado no Centro de Referência da Cidadania do Idoso (Prefeitura Municipal de São Paulo) e na escola Pulsarte, onde também é coordenadora desta modalidade. É diretora e coreógrafa das cias LET’S TAP, COMPANHIA EXPERIMENTAL DE SAPATEADO e SAPATOPÉIA. Produtora do curso Worktap, desenvolve workshops teóricos e práticos de sapateado no estado de São Paulo. Em 2010 ministrou cursos e atuou como artista convidada da Semana de Sapateado de Araraquara, do VI Sapateia São Paulo, e ainda como jurada do FESTIDANÇA (São José dos Campos). Idealizadora do CIRCUITO TAP - TAP WEEK BRASIL, juntamente com Geraldo Pelegrino Jr. e Renata Pestana. Redatora do Circuito Tap News, informativo sobre sapateado com distribuição gratuita.

Geraldo Pelegrino Junior – Iniciou seus estudos em sapateado no ano de 2000 nas Oficinas Culturais de Araraquara e Fundart. Fez cursos com grandes nomes do sapateado como: Steven Harper (RJ), Adriana Salomão (RJ), Chloe Arnold (EUA), Derick Grant (EUA), Christiane Matallo (SP), Gisella Martins (SP), dentre outros. Foi campeão do DESAFIO TAP IN RIO 2009, coreografou para companhia TRIBO DO TAP de Uberlândia. Foi professor e coreógrafo da CIA SHUFFLE TRIPS de Araraquara e ministrou aulas no Centro de Dança Gilsamara Moura por cinco anos. Idealizador do CIRCUITO TAP - TAP WEEK BRASIL, juntamente com Gisella Martins e Renata Pestana. Foi convidado a coreografar e participar dos musicais “A Noviça Rebelde” (2008), “O Rei Leão” (2009) e “Alice no País das Maravilhas” (2010) do Ballet Expressão – São Carlos / SP , e a “Cia. Tribo do Tap” de Uberlândia – MG nos anos de 2009 e 2010. Atualmente ministra aulas no Núcleo de Dança Renata Pestana, Escola de Dança Ritmus, Fundação Toque, Projeto Gestus Cidadãos, ambas na cidade de Araraquara, e Ballet Expressão na cidade de São Carlos.


Betty Gervitz –
Docente no curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Educação Lúdica em Contextos Escolares, não Formais e Corporativos, no Instituto Superior de Educação Vera Cruz, em São Paulo. Estudou flamenco com Inmaculada Ortega, Candela Soto, Joaquim Ruiz em Madrid. Prática de Danças Renascentistas baseadas em Orchesographie de Thoinot Arbeau, ministrada pelo professor Helder Parente Pessôa, em São Paulo. Em 2008 Iniciou parceria com o grupo musical Mutrib, com danças étnicas e música ao vivo. Depois de trabalhar durante 12 anos como assistente de Ivaldo Bertazzo, criou com André Trindade, psicólogo e psicomotricista, o Estúdio A&B, espaço dedicado ao movimento que teve duração de 13 anos, onde pode criar e desenvolver sua linha de trabalho, que é a somatória das suas pesquisas na área da dança e da música. Formada em Fisioterapia, desenvolve trabalho paralelo na área da saúde.

Clássico Livre, Clássico de Repertório, Jazz, Contemporâneo e Street Dance

Cristiana Packer -
Formou-se



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email
Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2017, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.