Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020

2/12/2011 - Jundiaí - SP

No dia de luta contra aids, Prefeitura reforça a prevenção




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

Com o tema “Somos iguais. Preconceito não”, a Secretaria de Saúde levou às ruas informações sobre HIV/Aids. A iniciativa foi uma das atividades preparadas para marcar o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, nesta quinta-feira (1), e teve como foco a luta contra o preconceito e a importância da solidariedade com as pessoas que têm a doença.

De acordo com a gerente do CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), Maria de Lurdes Munhoz, as ações foram programadas para despertar a necessidade de adoção de medidas preventivas para evitar a contaminação pela doença. Durante todo dia, Maria de Lurdes e os integrantes da Cia. Paulista de Artes deram o recado à população com a apresentação da performance “Diga não à discriminação”, com distribuição de preservativos e do laço vermelho, símbolo da campanha contra a doença.


“Foi gratificante ver o interesse das pessoas. A receptividade foi muito positiva”, dise Maria de Lurdes, lembrando que foram distribuídos 10 mil laços.

Ainda segundo Maria de Lurdes, o resultado positivo da iniciativa pode ser medido no dia a dia. “Todos os anos registramos um aumento da procura por exames após levar essas atividades às ruas”, enfatizou. “A doença está aí e, muitas vezes, a pessoa é portadora do vírus e não sabe e acaba infectando outros. É a transmissão involuntária”, alertou a gerente.

A performance “Diga não à discriminação” percorreu seis terminais de ônibus e centros comerciais da Vila Arens, Vila Hortolândia, Vila Rio Branco, Paço Municipal e a região central. Para Marcelo Peroni, da Cia. Paulista de Artes, levar informação para a população de maneira lúdica facilita a introdução das questões educativas. “As pessoas se sentem mais a vontade para perguntar, tirar dúvidas e encaram o preservativo com mais naturalidade”, disse ele.

A população acompanhou e aprovou a iniciativa. A diarista Maria de Fátima de Paula pediu o laço e levou também preservativos, pois acha importante a prevenção. “É preciso pervenir, afinal a doença faz parte do dia a dia das pessoas e muitos não dão mais a devida importância”, ressaltou. A mesma opinião tem Jaqueline Cabral, que também fez questão de usar o laço. “É importante a conscientização”.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.