Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019

8/5/2019 - Jundiaí - SP

Palestra promovida pelo CEREST discute trabalho e adoecimento




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jundiaí

Cerca de cem pessoas estiveram presentes à palestra “Adoecimento e trabalho: A Programação Neurolinguística (PNL) como ferramenta de transformação”, realizada nesta terça-feira (7) no auditório do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) Jundiaí. O evento foi uma realização do Centro de Referência e Saúde do Trabalhador (CEREST), órgão ligado à Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), em parceria com o Ciesp Jundiaí. O palestrante foi o psicólogo Régis Ricco, coach e diretor do Instituto Sucesso.

De acordo com a gerente do CEREST, Márcia Dobarro, a palestra teve como objetivo celebrar três datas importantes: o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho (dia 28 de abril), Dia do Trabalhador (1º de maio) e Dia Nacional de Combate ao Assédio Moral (2 de maio). O evento foi aberto ao público e representantes de sindicatos também foram convidados. “O trabalho hoje nos submete a altas doses de estresse – seja pelo volume de tarefas ou pelo fato de ficarmos ligados o tempo todo pelo telefone. Tudo isso causa adoecimento, e a PNL surge como ferramenta de transformação para darmos um novo significado ao trabalho”, afirma Márcia, que revela dados alarmantes: no Brasil, 9% dos afastamentos do trabalho têm como causa transtornos mentais, que também são a segunda causa de afastamento do trabalho no mundo.

Para a diretora de Vigilância em Saúde da UGPS, Fauzia Raiza, o assunto interessou aos participantes. “A programação neurolinguística é uma ferramenta interessante e subjetiva para a análise do ser humano. O assunto atraiu a atenção e lotou o auditório do CIESP. São análises que podem ser feitas dos novos desafios que são encontrados, no trabalho, na família, em todos os setores”.

Uma das dicas dadas pelo palestrante é que, quando confrontados com um problema, devemos parar por dez segundos, pensar sobre o que nos incomoda e não reagir de forma automática. “Dessa forma não iremos reagir levados pela emoção e isso diminui o grau de estresse”, diz Márcia.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.