Terça-Feira, 14 de Julho de 2020

27/4/2011 - Jundiaí - SP

Parque Tecnológico é tema de reunião do Conselho do Ciesp




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ari Castro Nunes Filho, foi o convidado da reunião do Conselho do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp – Jundiaí), realizada na noite desta terça-feira (26), na sede da entidade. O tema principal foi a implantação, no município, do Parque Tecnológico (ParqTec) para propiciar a inovação e a pesquisa na área de tecnologia. Participaram do encontro empresários de vários segmentos e a idéia do ParqTec foi muito bem recebida.

No último dia 15 de abril foi realizado um workshop sobre o tema, quando autoridades e empresários puderam trocar informações sobre o parque tecnológico. Ari Castro lembrou que a intenção do prefeito Miguel Haddad é tornar Jundiaí referência também nas áreas tecnológica e de pesquisa, e para isso já foi dado início ao processo de criação do ParqTec, que deverá agregar entidades como o Ciesp, Fiesp, Sesi, Senai e empresas. “Fomos visitar vários parques tecnológicos no Brasil e também fora do país e depuramos o que há de melhor”, disse o secretário.



A criação do ParqTec já está em fase de projeto, contratado junto à Universidade de Campinas (Unicamp). “A tendência é que o parque tecnológico seja uma sociedade anônima ou fundação, tenha perfil regional e esteja aberto a todos os tipos de tecnologias”, confirmou Ari Castro. Também está em fase de credenciamento junto ao Governo do Estado (Sistema Paulista para Parques Tecnológicos). Ari ainda destacou que a Fatec deverá participar do ParqTec e o interesse é agregar uma universidade para fortalecer a pesquisa.


O diretor titular do Ciesp, Vandermir Francesconi destacou de forma positiva a criação do parque tecnológico em Jundiaí e confirmou que a entidade está à disposição para colaborar com essa iniciativa. “Será uma forma de atrair novas indústrias e propiciar a qualificação de mão-de-obra”, disse. A qualificação profissional foi outro tópico abordado no encontro, pois as indústrias que chegam ao município necessitam de pessoal preparado para as novas exigências profissionais. “Mas não adianta ficar criando cursos, é preciso conhecer as reais necessidades das empresas para que o trabalhador saia do curso e consiga um emprego”, destacou Ari Castro. “E essa é uma preocupação da atual administração", destacou o secretário.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.