Domingo, 24 de Outubro de 2021

13/6/2011 - Jundiaí - SP

Poliomielite - Mais de 23 mil crianças devem ser vacinadas em Jundiaí




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

A 1ª fase da Campanha Nacional de Vacinação Infantil será realizada no sábado, dia 18 de junho. Em Jundiaí, a expectativa é de que 23.488 crianças sejam imunizadas contra a poliomielite (paralisia infantil). Este ano, junto com a vacina Sabin, contra poliomielite, disponível para todas as crianças menores de cinco anos de idade, haverá também vacinação contra o sarampo.

De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Maria do Carmo Possidente, a vacina contra o sarampo será para crianças de 1 a 6 anos de idade. A expectativa é de vacinar 27.361 crianças. "Esta campanha estava programada para agosto, mas o MInistério da Saúde antecipou a vacinação em oito estados brasileiros, devido ao registro de casos em 2011", disse a enfermeira.



A vacinação será feita em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e unidades do Programa de Saúde da Família, das 8 às 17 horas. Haverá postos, ainda, na região rural do Caxambu, com atendimento no Centro Educacional da Cultura Italiana João Fumachi, das 8h15 às 10h15 e na Adega Fontebasso, na avenida Humberto Cereser, 7405, das 10h30 às 12 horas. A vacinação vai ocorrer também na EMEB Odila Richter, no Bom Jardim, das 13 às 15 horas, e no Parque de Corrupira, das 15h30 às 17 horas.


Brasil livre da poliomielite


A Campanha Nacional de Vacinação Infantil tem como principal objetivo manter o Brasil livre da poliomielite. A campanha é realizada há 32 anos e desde 1989 o País não registra casos da doença. Em 2010 foram notificados 1.291 casos de paralisia infantil no mundo e no primeiro trimestre de 2011 ocorreram 102 casos.


Quanto ao sarampo, Maria do Carmo explica que a Organização Mundial de Saúde (OMS) registrou intensa circulação do vírus da doença na Europa em 2011. Investigação epidemiológica indica a transmissão do vírus entre os países daquela região e também para outras regiões do mundo.


No momento são observados surtos da doença em 30 países da União Européia, contabilizando cerca de 6.500 casos nos primeiros meses de 2011. A França enfrenta o maior lusrto, com mais de 4.900 casos notificados entre janeiro e março de 2011. Este número é semelhante ao total de casos notificados naquele país durante todo o ano de 2010.


Após quatro anos sem registro de casos de sarampo, em 2010 o Brasil enfrentou surtos da doença em três estados: Pará (3 casos), Rio Grande do Sul (10 casos) e Paraíba (57 casos). Em 2011 foram notificados 9 casos, sendo um Campinas, um no Mato Grosso do Sul, dois no Rio Grande do Sul, quatro no Rio de Janeiro e um no Distrito Federal.


A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde para poliomielite e sarampo é de vacinar 95% de cada população alvo. A vacina Sabin, contra a poliomielite, deve ser administrada duas vezes ao ano. As crianças deverão receber a segunda dose na próxima fase, prevista para acontecer em agosto.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.