Sábado, 20 de Julho de 2019

24/2/2011 - Jundiaí - SP

PPIPA - Em dois meses, mais de R$ 1,7 mi negociados




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

A partir da instituição da Lei Complementar nº 497/10, com as regras do Programa de Pagamento Incentivado e de Parcelamento Administrativo (PPIPA), 1.141 pessoas já aderiram ao programa. O montante negociado nestes dois meses em que o programa está em vigor, entre pagamentos à vista e parcelados, já atingiu R$ 1.756.395,61.

O contribuinte tem até 22 de junho deste ano para aderir ao PPIPA e negociar o pagamento de seus débitos com o município. Dívidas de IPTU, ISS, Taxas e outros tributos se enquadram no programa que oferece desconto, para quem fizer opção à vista, ou ainda, de forma parcelada, em até 60 vezes, dependendo do valor do débito.

De acordo com informações divulgadas pela secretaria de Finanças, a maioria daqueles que aderiram ao PPIPA, optaram pelo pagamento à vista. Do montante negociado, R$ 1,2 milhão foi pago à vista. Apenas 165 pessoas optaram pelo parcelamento ou reparcelamento de seus débitos, que representa R$ 516.656,36.


O secretário de Finanças, José Antonio Parimoschi, explicou que os débitos tributários arrecadados com as negociações de impostos e taxas do PPIPA são destinados para a Educação (25%), para a Saúde (24% - o mínimo exigido é 15%) e a diferença, servirá para financiar as atividades de manutenção da cidade como um todo.



Como negociar


A secretaria de Finanças informa que o contribuinte pode consultar sua situação fiscal acessando o endereço www.jundiai.sp.gov.br e clicando na opção "Consulta de Débito", no menu, à esquerda. De posse dos valores devidos, poderá dirigir-se ao Setor de Cobrança, que fica no Mezanino do Paço Municipal, e que funciona todos os dias, das 9 h às 17 h, para fazer a negociação. “A equipe foi preparada para dispensar um atendimento rápido e eficiente, visando resolver o problema do contribuinte”, explicou o secretário.


A Secretaria de Finanças informa ainda que enviará notificações de débitos que não estão sendo executados judicialmente, para os endereços dos contribuintes, com a informação dos valores totais da dívida e o desconto, para pagamento à vista. O contribuinte que optar por essa forma de pagamento poderá dirigir-se diretamente à rede bancária autorizada e quitar o débito, que será baixado automaticamente na Prefeitura. Caso a opção seja pelo parcelamento, o contribuinte precisa comparecer no Setor de Cobrança, no Paço Municipal.


Para mais informações, o contribuinte pode acessar o site da Prefeitura (www.jundiai.sp.gov.br), verificar a documentação necessária para regularizar suas pendências ou ligar para (11) 4589-8707.


Conheça as opções de pagamento:


1) O contribuinte que optar pelo pagamento à vista terá descontos de 100% nas multas moratórias, 75% nos juros moratórios e 50% nos honorários advocatícios, este último, caso a cobrança já esteja na fase judicial;

2) O pagamento parcelado poderá ser feito em até 60 meses, porém, com a correção da taxa Selic. Neste caso o valor de cada parcela será acrescido da taxa de juros correspondente a 50% da Taxa Referência do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (SELIC), divulgada mensalmente;


3) O programa admite também que o saldo de parcelamentos anteriores seja quitado à vista, desde que esteja regularmente em dia, com 25% de desconto sobre o montante residual devido;


4) O contribuinte pode ainda optar pelo reparcelamento de acordos anteriores, nas seguintes condições: pagamento no ato (entrada) de 10% do valor consolidado e atualizado, nos casos de acordos regularmente cumpridos, e parcelamento da diferença, ou pagamento no ato (entrada) de 20% do valor consolidado e atualizado, nos casos de acordos descumpridos, e parcelamento da diferença.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.