Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020

20/5/2011 - Jundiaí - SP

Prefeitura apresenta projeto arquitetônico do Hospital Regional




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

O projeto arquitetônico do Hospital Regional está pronto e a Prefeitura finaliza os projetos complementares para concluir o orçamento e iniciar a licitação que vai definir a empresa que ficará responsável pela reforma das dependências da antiga Casa de Saúde Dr. Domingos Anastásio. A notícia foi dada na tarde desta quinta-feira (19), durante coletiva de imprensa com os secretários de Saúde, Tânia Pupo, de Obras, Sinésio Scarabello Filho, de Negócios Jurídicos, Gustavo Maryssael de Campos, e de Comunicação, Carmelo Paoletti Neto.

De acordo com Scarabello, as obras, orçadas em R$ 30 milhões no total, contemplam a construção de um anexo ao hospital, onde funcionará a parte cirúrgica e reforma e ampliação das antigas dependências, onde serão instalados a UTI e toda parte de hotelaria do novo hospital, que contará com 138, sendo 120 para atendimento de procedimentos de média e baixa complexidade e 18 para UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

"Este projeto foi analisado e revisto várias vezes até encontramos a melhor solução. Na finalização tivemos a preocupação de preservar a memória da Casa de Saude. Vamos construir um novo prédio para a parte cirúrgica e adaptar o prédio antigo para a instalação das áreas de maior complexidade", disse o secretário, lembrando que os serviços serão realizados em duas etapas.


A primeira vai consistir na reforma e ampliação do prédio antigo. Na segunda etapa será construído o prédio anexo. "Enquanto estivermos fazendo a obra do prédio antigo já será possível iniciar a licitação da segunda etapa", adiantou o secretário. A previsão é de iniciar a licitação da primeira fase ainda em julho deste ano. Sacarabello informou que para este anoestão previstos recursos da ordem de R$ 4,8 milhões para o início das obras.


Segundo a secretária de Saúde, Tânia Pupo, todo processo está em conformidade com o que foi acordado entre a Prefeitura e o Governo de Estado, que ficará responsável por equipar, contratar profissionais e administrar o novo hospital. "Firmamos o termo aditivo com o Governo de Estado em 2010 definindo as competências. Estamos cumprindo as etapas conforme o que ficou acordado neste documento", disse a secretária, apresentando o documento assinado entre as partes.


A secretária explicou que o Hospital Regional funcionará interligado ao AME (Ambulatório Médico de Especialidades), cuja inauguração está prevista para este ano. De acordo com ela, a instalação do Hospital Regional vai assegurar leitos suficientes para dar cobetura a Jundiaí e mais oito municípios. "Não será um hospital de porta aberta. O atendimento será para demanda referenciada. Mas, esta iniciativa, aliada a um conjunto de ações fará com que haja melhoria na ocupação dos leitos do Hospital São Vicente de Paulo".



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.