Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020

13/7/2011 - Jundiaí - SP

Prefeitura prioriza ações sociais com foco na capacitação




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

Para a Prefeitura de Jundiaí, o conceito de uma cidade melhor está diretamente relacionado com a qualidade de vida. Deste modo, a atual administração tem priorizado e investido em promoções gratuitas de serviços, além de cursos de capacitação profissional e geração de renda para a população em risco de vulnerabilidade social.

Uma das frentes de trabalho são os cursos oferecidos pelo Fundo Social de Solidariedade (FUNSS) aos jundiaienses com renda familiar de até três salários mínimos. A instituição, nos dois últimos anos, já formou mais de 5 mil alunos. Para facilitar o acesso das pessoas aos cursos profissionalizantes, o Fundo Social descentralizou alguns dos seus cursos para diferentes bairros da cidade, capacitando assim, mais 651 alunos.

Após ficar desempregado e procurar por novas oportunidades em diferentes empresas da região, José Ferreira Coutinho decidiu fazer o curso de Bolos e Salgados do FUNSS. “Fiz diferentes cursos, comecei a investir na produção e hoje sustento minha família”, afirma José. Com mais de 50 tipos de bolo, José consegue arrecadar por mês mais de mil reais e afirma: “Em épocas festivas minha renda sempre aumenta”, diz.


Lição aprendida

Apesar de ainda não ter experiência profissional, Fernanda Mariano Nascimento, 15 anos, já aprendeu a lição. “Para conseguir uma vaga no mercado de trabalho é preciso ter postura, saber se expressar, se comportar e acima de tudo, estudar sempre”. São essas as lições aprendidas pela estudante nas aulas do Programa de Educação ao Trabalho (PET) desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social (Semads), em parceria com o Senac. Atualmente, o programa contempla 60 alunos e está presente nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) nos bairros: São Camilo, Novo Horizonte e Jardim 

Tamoio.

Com duração de seis meses, o programa desenvolve com os alunos, de 13 a 15 anos, aulas, dinâmicas e oficinas com o objetivo de capacitá- los, gratuitamente, para o mercado de trabalho. “O trabalho dignifica e os alunos precisam estar preparados para o mercado.

Com 16 anos, as empresas já aceitam os alunos na condição de aprendiz e esse período, é fundamental para a vida dos estudantes”, conta Silvana Guilhen, Assistente Social e Coordenadora do Cras São Camilo. Além do PAT, a pasta desenvolve junto a outras entidades como: SOS, Associação Pio Lanteri, ACD, Ateal, entre outras, oficinas de geração de renda.

Para a promoção gratuita de serviços, a Prefeitura de Jundiaí conta também com as Secretarias de Educação e Cultura. No complexo Argos são realizadas aulas de Italiano, Inglês e Espanhol gratuitamente. Já a Secretaria de Cultura, oferece aos munícipes diversas oficinas, sejam elas gratuitas, como a deTeclado, ou conveniadas.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.