Sábado, 24 de Agosto de 2019

7/8/2019 - Jundiaí - SP

Procon realiza pesquisa de preços de medicamentos




da assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores de Campinas

A equipe da Regional de Campinas da Fundação Procon (SP), em parceria com o Procon Jundiaí, realizou uma pesquisa comparativa de preços de medicamentos entre os dias 22 e 23 de julho de 2019.  O levantamento envolveu oito drogarias da cidade, sendo pesquisados 64 medicamentos (33 de referência e 31 genéricos).

Com base na diversidade de política de preços adotada pelos estabelecimentos e para que fosse possível fazer um comparativo, foram definidos quatro parâmetros para a pesquisa. Entre os medicamentos de referência, a maior diferença de preço encontrada foi de 42,5%. Já entre os genéricos foi registrada uma diferença de 343,71%. A pesquisa completa pode ser conferida neste link.

Para o chefe do Procon Jundiaí, Adilton Garcia, os resultados reforçam a importância de pesquisar preços antes de comprar. “O Procon sempre preza pelo maior número de informações possíveis aos consumidores e, neste sentido, realiza constantemente pesquisas de precificação. Novamente ficou constatado uma diferença relevante entre os estabelecimentos e, por esta razão, o consumidor deve realizar suas pesquisas de várias formas: na loja física, por meio eletrônico e também pelo site do Procon”, disse.

Adilton destacou, ainda, que é importante analisar a distância e custos de locomoção até o estabelecimento escolhido para a compra. Mais informações no site do Procon Jundiaí.

Ao todo, a Fundação Procon realizou a pesquisa em 115 farmácias e drogarias da capital e de 14 cidades do Interior e Litoral do Estado de São Paulo.

Para o chefe do Procon Jundiaí, Adilton Garcia, os resultados reforçam a importância de pesquisar preços antes de comprar. “O Procon sempre preza pelo maior número de informações possíveis aos consumidores e, neste sentido, realiza constantemente pesquisas de precificação. Novamente ficou constatado uma diferença relevante entre os estabelecimentos e, por esta razão, o consumidor deve realizar suas pesquisas de várias formas: na loja física, por meio eletrônico e também pelo site do Procon”, disse.

Adilton destacou, ainda, que é importante analisar a distância e custos de locomoção até o estabelecimento escolhido para a compra. Mais informações no site do Procon Jundiaí.

Ao todo, a Fundação Procon realizou a pesquisa em 115 farmácias e drogarias da capital e de 14 cidades do Interior e Litoral do Estado de São Paulo.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.