Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019

28/3/2011 - Jundiaí - SP

Saúde realiza encontro sobre Mielomenigocele




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

A secretária de Saúde, Tania Pupo, abriu, na tarde deste sábado, (26) o II Encontro “Mielomeningocele – Desafios para pais e filhos”. O evento teve como proposta reunir portadores da doença, familiares, profissionais de saúde e estudantes universitários para troca de experiências e informações. Tania agradeceu os presentes e afirmou que “o sonho da Secretaria é que o atendimento da Saúde seja cada vez mais humanizado”. Ela concluiu sua apresentação, lembrando que a equipe do Núcleo de Assistência à Pessoa com Deficiência (NAPD), responsável pelo atendimento dos pacientes e organizador do evento “tem um comprometimento maior que o tratamento dos enfermos, pois trabalha com o coração”.

Após a abertura foram realizadas palestras aos participantes, enquanto as crianças portadoras da enfermidade passavam o tempo na Brinquedoteca, montada no local. As palestras estiveram a cargo de Leila Conceição Rosa dos Santos, doutora em enfermagem a pacientes com lesão medular; Adriana Contesini, fisioterapeuta do NAPD; Jucimara Firmo Barreto Costa, terapeuta ocupacional do núcleo; Helena Soares Panaroto, enfermeira estomaterapeuta do núcleo.; Adriana Cristina Barbosa, nutricionista do mesmo núcleo. A orientação esteve a cargo da assistente social Eliana da Graça Del Gelmo e contou, ainda, com a participação na orientação dos grupos dos médicos fisiatras Luis Philippe Westin e Afranio do Valle.


Para Aparecida Nadima Abdo, gerente do Núcleo de Assistência à pessoa com Deficiência, “é possível viver feliz, superando as dificuldades”.
Mielomeningocele é uma malformação congênita (ocorre antes do nascimento) da coluna vertebral da criança com comprometimento neurológico que causa alterações de sensibilidade e de movimentos. Embora de incidência reduzida, sendo um caso para cada um mil nascimentos, a Secretaria Municipal de Saúde considera importante divulgar informações sobre a doença e sobre a rede de atendimento existente na cidade.

De acordo com Nadima, Jundiaí fornece assistência multiprofissional e equipamentos para a reabilitação dos portadores da doença, cujo diagnóstico pode ser feito intrauterino por ultrassonografia ou pelo elevado nível sérico materno de alfafetoproteína (AFP), proteína circulante no início da vida fetal.

Assistência  

O tratamento para portadores de mielomeningocele deve ser feito por equipe multiprofissional, composta por médicos fisiatra, cirurgião ortopédico e neurocirurgião, além de fisioterapeuta, enfermeiro, psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente social e nutricionista. Mas, além de todo acompanhamento multiprofissional, Nadima orienta que a integração entre profissionais, crianças e pais é fundamental para o êxito. 

De acordo com ela, o tratamento é feito em etapas e os avanços tecnológicos e a existência de centros de reabilitação, como o NAPD, têm possibilitado um significativo aumento da sobrevida de crianças com a doença. "É importante que a inclusão social destes futuros adultos tenha espaço nas definições das políticas públicas de todos os governos, a fim de viabilizar uma melhor qualidade de vida para eles", enfatizou Nadima, lembrando que a Secretaria Municipal de Saúde fechou 2010 com 45 pacientes com mielomeningocele em atendimento no núcleo. Deste total, 34 são residentes em Jundiaí. 

O acompanhamento feito no Núcleo de Assistência à Pessoa com Deficiência (NAPD) é permanente, de recém-nascido a adultos. Além de assistência aos doentes, há também ação educativa com familiares e cuidadores.

A doença  

Estudiosos apontam que a doença está associada a fatores genéticos, ambientais e nutricionais, sendo que as manifestações clínicas dependem da localização e do grau de comprometimento da medula espinhal. Os problemas neurológicos geralmente manifestam-se por meio de alterações motoras e sensitivas. As manifestações clínicas mais comuns são: paralisia flácida; diminuição da força muscular; atrofia muscular; diminuição ou abolição dos reflexos tendíneos; diminuição ou abolição da sensibilidade exterioreceptiva e proprioceptiva; incontinência urinária; deformidades de origem paralíticas e congênitas e hidrocefalia. 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.