Segunda-Feira, 9 de Dezembro de 2019

2/12/2019 - Jundiaí - SP

Terminais de ônibus recebem campanha contra violência à mulher




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jundiaí

A ação “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, uma mobilização global da sociedade civil que no Brasil vai durar 21 dias, chegou aos terminais de ônibus de Jundiaí. Em seis deles (Cecap, Hortolândia, Eloy Chaves, Vila Rami, Colônia e Vila Arens) e na Praça Governador Pedro de Toledo, mais conhecida como Praça do Coreto, no Centro, os cidadãos poderão saber mais a respeito do tema ao assistirem um vídeo, dentro de um ônibus de treinamento, e verem um varal com fotos de mulheres vítimas de agressões.

A mobilização em Jundiaí, que ocorrerá sempre das 9h às 11h, começou nesta segunda-feira (2) no terminal Cecap e continuará nesta terça (3) no terminal Hortolândia. Ainda esta semana, será realizada na quinta (5) na Praça do Coreto e na sexta-feira (6) no terminal Vila Rami. Na semana que vem, haverá a ação no dia 9 de dezembro no terminal Colônia e no dia 10 no terminal Vila Arens. O trabalho de prevenção nos terminais do município é de responsabilidade da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT) de Jundiaí.

O período de 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres teve início no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, e se encerra em 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos. A mobilização global é apoiada pela campanha do Secretário-Geral da ONU “Una-se pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, com o objetivo de sensibilizar, sobre o ativismo e compartilhar conhecimento e inovação para prevenir e eliminar o problema.

Folder
A UGMT ainda está fazendo a distribuição de um folder com informações sobre onde procurar ajuda em caso de violência no transporte público municipal. “O tema desperta o interesse do usuário de transporte, até porque a violência também ocorre nos ônibus. A população se solidariza com o assunto e tem sempre alguma história sobre isso para contar”, disse Kathia Anzelotti, coordenadora da ação nos terminais.

“No primeiro dia da ação, em duas horas, conseguimos envolver no tema 88 pessoas. É importante o cidadão saber que, no aplicativo da Prefeitura de Jundiaí, há um campo no ícone da Guarda Municipal para denunciar o assédio nos ônibus”, completou Kathia.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.