Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020

15/7/2011 - Jundiaí - SP

Testemunhas de Jeová se reúnem com o prefeito




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

“Vim de Paraty há 32 anos para passear e nunca mais saí de Jundiaí”. A frase, do agora cidadão jundiaiense Carlos Correia, representa muito bem a situação de milhares de pessoas de outras cidades que fizeram a opção de morar em Jundiaí e, de maneira unânime, por uma única razão: qualidade de vida. Tema que, aliás, foi amplamente debatido na manhã desta quinta-feira (14), durante o “Café da Manhã com o Prefeito”, realizado no auditório do Paço Municipal.

Dessa vez, os convidados foram membros da igreja Testemunha de Jeová. Jundiaí conta com uma população de aproximadamente oito mil seguidores, divididos em 50 congregações. O grupo estava acompanhado do superintendente da região de Jundiaí, Paulo Ferreira.

Durante o encontro, a população tem espaço para falar o que acham da cidade, assim como discutir ações desenvolvidas pelo governo municipal, dos resultados e, também, com sugestões. “Eu sempre digo que não me incomoda ser cobrado, pois são vocês que sabem dos problemas e a nossa parte é procurar atender, na medida do possível, sempre buscando beneficiar o maior número de pessoas possível”, disse o prefeito Miguel Haddad.


A cidade recebeu elogios, principalmente no quesito qualidade de vida. Uma das mulheres presentes, Vilma Jacinto, disse que deixou a Capital para morar em Jundiaí. “Estou na região oeste da cidade e o ar que vem da Serra do Japi é uma benção”, disse a moradora do Condomínio Alfa, que fica na avenida Antonio Pincinato. Mas não só o ar puro da cidade conquistou dona Vilma. Segundo ela, o abastecimento de água também deve ser destacado quando se fala de Jundiaí e suas qualidades.

A igreja Testemunha de Jeová tem uma presença muito grande na questão da responsabilidade social, por intermédio de diversos departamentos que atuam nas comunidades, levando ações ligadas às áreas de educação, saúde e até inclusão. Só para se ter uma idéia, foi mostrada uma edição da Bíblia Sagrada em Vídeo, na linguagem de libras. A preocupação é que o deficiente auditivo possa ter a exata compreensão daquilo que está lendo. “Ele até sabe ler, mas está mais acostumado com a linguagem de sinais”, disse um dos presentes.

Ao final do encontro, o prefeito pediu aos presentes que continuem com o trabalho social que realizam e que ampliem sua participação nas ações do governo municipal. “A organização de vocês é muito grande e pode contribuir com os nossos projetos. A Prefeitura está de portas abertas”, finalizou.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.