Sábado, 24 de Outubro de 2020

27/4/2011 - Jundiaí - SP

Um minuto de silêncio no Dia Internacional de Conscientização sobre Ruído




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

O Cerest - Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador, órgão da Secretaria Municipal de Saúde, vai apoiar o Dia Internacional de Conscientização sobre Ruído, nesta quarta-feira (27), e promoverá ações de orientação para a população e distribuição de material informativo para motoristas de ônibus dos terminais municipais e rodoviária. Além disso, o Cerest também sugere um minuto de silêncio entre 14h25 e 14h26, seguindo o lema da campanha deste ano que é "Não deixe o ruído invadir nossa cidade".

A proposta, de acordo com a fonoaudióloga do Cerest, Mariana Freire Oliveira Martin da Silva, é de destacar o impacto do ruído, ressaltando os problemas causados pela poluição sonora. "Queremos ressaltar o impacto do ruído em nossas vidas e proporcinar uma pausa para conscientização sobre o problema que afeta a todos", enfatizou.

A campanha de conscientização surgiu há 15 anos nos Estados Unidos e atualmente acontece também no Brasil, Chile, Canadá, Espanha, Alemanha, Áustria e Suíça. Segundo Mariana, a poluição sonora é a terceira mairo do planeta, perdendo apenas para a poluição da água e do ar. E, para os trabalhadores expostos ao ruído ela dá um alerta: o ruído intenso pode causar o PAIR - Perda Auditiva Induzida por Ruído, que é irreversível e progressiva.


"Pesquisas indicam que o ruído fora de controle constitui um dos agentes mais nocivos à saúde humana; porém como seus efeitos são lentamente progressivos, as pessoas não têm consciência da gravidade do problema. convivendo constantemente com este mal e estando acostumados com o ruído, na maioria das vezes, as pessoas não percebem as severas consequências que a poluição sonora pode trazer à saúde, ao meio ambiente e à qualidade de vida", frisou Mariana,


Perda de audição, zumbidos, distúrbios do labirinto (tonturas), ansiedade, insônia, hipertensão arterial, irritabilidade, depressão, dificuldade de concentração, gastrites, úlceras são sintomas frequentemente relacionados à exposição à poluição sonora. Algumas medidas pode ser adotadas para evitar esses problemas, dentre eles, Mariana cita o uso de protetores auditivos sempre que for exposto a ruído intenso, evitar permanecer em locais com muito barulho, próximo a caixas de som em shows e eventos, evitar escutar múscia em volume alto no carro ou em fones de ouvido, preferir equipamentos e eletrodomésticos mais silenciosos e fechar as janelas do carro durante trânsito intenso.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.