Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

15/4/2019 - Jundiaí - SP

Zoonoses vai até à EMEB Luiz Bárbaro para falar sobre os perigos do Aedes




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jundiaí

A Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) participou neste sábado do 3º Encontro com as Famílias, promovido pela EMEB Luiz Bárbaro, na Ponte São João. O evento, que tem por finalidade promover a integração das famílias com o ambiente de educação através de brincadeiras, também é uma ótima oportunidade para tratar sobre a proliferação do Aedes Aegypti no município.

“As interações que montamos tem o objetivo de mostrar aos pais um pouco de como as crianças podem aprender através das brincadeiras. Por exemplo, numa oficina de slime ou na brincadeira do vai e vem, as crianças recebem noções de química e física, trabalhando o peso, a resistência, o movimento no ar e outras coisas”, conta a diretora, Janete Marini.

Para o Aedes Aegypti, ela conta que a escola reserva um espaço especial entre os meses de março, abril e maio, com estudos e muitas aulas sobre o assunto. “O tema da nossa campanha é ‘De Pequeno Que Se Combate o Mosquito’. Para isso, montamos uma ´casa errada´ no pátio para que as crianças entendam porque não podem acumular materiais em casa que possam estar servindo de abrigo para as larvas do mosquito”.

A agente de Controle de Zoonoses, Roseli Aparecida Silva, era quem recebia as crianças para mostrar algumas espécies de animais e insetos trazidos pela Unidade de Vigilância de Zoonoses. “É importante estarmos sempre divulgando como evitar a presença do mosquito, porque temos uma grande incidência de casos positivos de dengue em todos os bairros da cidade”, disse, lembrando que, até dia 12 de abril, Jundiaí registrou 535 casos confirmados da doença.

As lições aprendidas na sala de aula já refletem na casa da recepcionista Erika Navarro, mãe da aluna Beatriz, de apenas 4 anos. “Se o mosquito picar a gente, vamos ter dor de cabeça”, disse a aplicada aluna. “Ela chegou em casa falando que precisava virar todos os potinhos de cabeça para baixo, para não juntar água e o mosquito aparecer. Também fez a mesma coisa quando foi até a casa das avós”, contou a mãe.

 



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.