Sábado, 28 de Novembro de 2020

7/6/2011= - Jundiaí - SP

Unidam - reduto de preservação ambiental




da assessoria de imprensa da prefeitura de Jundiaí

Transformar uma área improdutiva e destinada para o descarte de resíduos de podas de árvores em um local voltado para os estudos e à preservação ambiental. Foi a partir deste desafio que a Secretaria Municipal de Serviços Públicos criou a Unidade de Desenvolvimento Ambiental (Unidam). Distribuído em 104 mil m², o espaço hoje abriga três projetos relacionados à natureza e se consolida como um reduto de conservação do meio ambiente.

Entre as ações está a produção de condicionador de solo, elaborado a partir de galhos proveniente de podas em áreas públicas da cidade. Triturado e misturado com terra de melhor qualidade, esterco de gado estabulado e controlador de acidez, o material ainda passa por um processo de fermentação natural, que varia de 90 a 120 dias. “O resultado é um produto capaz de nutrir plantas em áreas públicas e contribuir com as condições da terra”, explica Walter da Costa e Silva Filho, secretário responsável pela pasta.


Além do reaproveitamento do material, o condicionador de solo contribui para o desenvolvimento de mais duas iniciativas desenvolvidas nas dependências da unidade: projeto Delícia de Reciclagem e Viveiro Municipal. O primeiro complementa as ações da coleta seletiva desenvolvida na cidade e destina-se, exclusivamente, para os moradores de núcleos de submoradia de Jundiaí.

O projeto é desenvolvido a partir da troca de produtos recicláveis por verduras frescas, livres de agrotóxico e adubadas com o condicionador. Para tanto, a Unidam cultiva uma horta com mais de 30 mil pés de hortaliças, entre alface, chicória e almeirão, além de cenoura e beterraba – estes dois últimos, por sua vez, são distribuídos com menor frequência, já que são plantados como rotação de cultura (prática orgânica para não desgastar o solo). “Nosso objetivo é conscientizar a população quanto à necessidade da reciclagem e da destinação correta dos resíduos em locais de difícil acesso para os caminhões da coleta seletiva”, diz Ana Terezinha Maranha Peche, coordenadora do programa Delícia de Reciclagem.

O paisagismo em áreas públicas também é realizado com o apoio da Unidam. As plantas inseridas em praças, canteiros e áreas verdes são produzidas no Viveiro Municipal, núcleo instalado na unidade. A criação das mudas se inicia com o plantio das sementes, que são acomodadas na Casa de Vegetação até adquirirem rustificação para suportar o dia a dia. Após este processo, são acondicionadas em sacos com o produto rico em nutrientes produzido na unidade.

Quando adquirem tamanho adequado para o transplante, as plantas são direcionadas ao plantio em praças públicas, canteiros de avenidas, parques e jardins. E mais: o processo de plantio também conta com a presença do condicionador de solo. “Ao inserir as mudas nestes projetos paisagísticos, os agentes da secretaria utilizam o produto no preenchimento de covas”, diz Carlos Alberto de Moraes, engenheiro agrônomo responsável pela Unidam



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Jundiaí Online.


Enviar esta notícia por email

Imóveis em Jundiaí

Apartamentos

Áreas Industriais

Casas

Chácaras

Comercial

Condominios

Fazendas

Haras

Sítios

Terrenos

Anuncie seu Imóvel

O mercado de Aluguel de louças aumentou (e ficou ainda mais qualificado) de uns anos para cá. Um exemplo? Outro dia estava organizando uma lista de materiais que precisariam ser alugadas (Aluguel de louças para festas) para um festa

O serviço de locação para festas esta na zona sul em São Paulo.Sendo do ramo de locação para festas.



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Blog  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2020, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.